28 de dez de 2007

FECHANDO A CONTA E PASSANDO A RÉGUA

Pessoal, esse é o último post do ano. Fazendo um balanço bem rápido e simplista, conclui que terminei 2007 no azul. É verdade que engoli muita merda durante muito tempo, mas no fim das contas, acabei saindo beneficiado, porque me livrei de muita dor de cabeça em potencial. Já me disseram uma vez que perder às vezes é ganhar. Por mais que discorde dessa frase, não posso negar que algumas "derrotas" que sofri acabaram se revelando grandes vitórias.
Na questão futebol, meu ano foi glorioso. O São Paulo Futebol Clube teve um início de ano promissor, mas acabou sucumbindo nos torneios do primeiro semestre. A glória veio no fim do ano com o bi-brasileiro e manutenção da condição de melhor time do Brasil.
No aspecto profissional também foi tudo de bom. Consegui expandir minha clientela, aumentar meus ganhos, troquei de carro e mudei a sede do meu escritório para um local melhor.
Da minha saúde eu realmente não tenho o que reclamar, porque usei e abusei do meu lindo corpinho nas inúmeras gandaias do ano e não sofri nenhum efeito colateral drástico. Muito pelo contrário, graças a alguns cuidados que passei a ter com meu corpo no ultimo mês, estou atualmente em ponto de bala, esbelto e disposto.
Na família, também foi tudo bem. Mamãe, Papai e irmã vão muito bem, obrigado. Além disso, partindo do príncipio de que amigos são a família que Deus nos permitiu escolher, alegro-me muito pelo nascimento do filho de um grande amigo. O moleque nasceu saudável e muito bonitinho. Desejemos, então, parabéns ao Sr. Milho (apelido do papai novato), pelo nascimento de seu bebê.
E como nada é perfeito, no campo amoroso foi só desastre. Tentei, tentei, tentei e não consegui um namoro firme e seguro. Realmente, ainda não conheci uma mulher capaz de me dar tudo que preciso. Mas quem disse que a vida é fácil? É o preço (alto) da genialidade. Só fico me perguntando se o problema sou eu ou se é elas. Obviamente, jogo a culpa toda nelas, porque duvido que agora alguma delas venha cobrar satisfação de mim...rs. Pra mim, 2008 vai ser o ano da solteirice. Não pra cair na putaria, mas sim pra me abastecer de amor próprio, auto estima e auto conhecimento.
No mais, agora que estou de férias, planejo uma viagem para o Litoral Norte Paulista, onde pretendo encontrar novos ares e novas experiências. As bençãos de Iemanjá hão de me ajudar a não trazer para 2008 alguns probleminhas que me incomodaram em 2007.
Agora vou embora. Desejo um feliz 2008 pra todos os desocupados que entram aqui diariamente e ajudam a manter a minha sanidade mental.
P.S: Em tudo dai graças. Não esqueçam nunca disso, seus desorientados.

24 de dez de 2007

TIRO E QUEDA

Se alguém tem problemas de auto-estima ou está se sentindo solitário, eu recomendo uma urgente visita a uma loja de cosméticos. Que as funcionárias mais corretas - se existirem - me perdoem, mas parece que em loja de cosméticos só tem mulher desesperada pra arranjar marido. Tá certo que um diploma na parede e um traje mais alinhado abrem muitas portas (e pernas também...rs).
O Dapirueba já havia dado a dica. Eu já havia percebido também que era verdade, mas no fim de ano, parece que a coisa fica mais voraz ainda. Acho que é o desespero pra não ficar sozinha numa época que é muito melhor estar namorando. Fazer o que, né? cada um com seu cada qual.
Agora vou beber champagne com a família, porque já é 10:00 am e eu ainda não bebi nada. Feliz Natal a todos.
P.S.: No reveillon, estarei sofrendo demais com o calor insuportável que estará fazendo na praia, mas juro que tentarei ficar sóbrio pra postar algo.

23 de dez de 2007

SÓ PRA REGISTRAR

Olhem bem a hora que estou postando. Já bebi todas e tem muito mais no freezer. Mas estou com ela na cabeça. Pena que ela não atende o telefone...
Amanhã posto algo não sentimental.

20 de dez de 2007

TIME GRANDE É ASSIM

Esse jogador aí da foto é o mais novo contratado do SPFC para a disputa da Libertadores da América de 2008. Quem tiver alguma crítica a fazer, fique à vontade.

17 de dez de 2007

PIPOQUEIRO???

Falar o que do Kaká? Não posso mais criticar o cara, porque ontem ele fez o que faltava fazer pra ser um grande jogador. Ele foi decisivo. Bom de bola ele sempre foi, mas sempre "desanimava" sob a pressão de jogos importantes. Ontem o jogo foi dele.
No São Paulo, ele não fazia essas coisas. E não era culpa do time não. Ele jogou naquele esquadrão de 2002, lembram? Era Rogério Ceni, Gabriel, Emerson (Jean) e Regis (Ameli), Gustavo Nery, Maldonado, Julio Baptista, Kaká, Ricardinho, Luis Fabiano e França (Reinaldo).

Assim como ontem, time nunca foi problema pra ele. Tomara que na Copa de 2010 ele não esqueça o que pelo visto já aprendeu.

14 de dez de 2007

Enchendo lingüiça

Entre um lamento e outro, a vida vai se mostrando uma provação diária. Eu, que não sou muito de ficar parado, vou me deleitando nessa montanha russa maluca. O jeito é tentar extrair algum prazer, até porque ficar só lamentando não resolve nada.
Mas, cá entre nós, será que há mesmo alguma coisa a ser resolvida? Ou será tudo apenas uma questão de aceitação e conformismo?
Por enquanto, ainda acho que posso fazer as coisas acontecerem, mas admito que fica cada vez mais dificil sustentar esse tipo de pensamento. Acho que está chegando a hora de assumir uma postura Zeca Pagodinho, deixar a vida me levar e parar de tentar controlar tudo.
But not yet...
P.S.: Rapica, amo você.

13 de dez de 2007

ROTINA


Alarme, bocejo, lembrança, reflexão, pranto, revolta, auto destruição, arrependimento, oração, pranto, bocejo, paz momentânea, alarme...

Todos os dias são iguais.

9 de dez de 2007

INCONDICIONALMENTE

Ao Amor Antigo
O amor antigo vive de si mesmo,
não de cultivo alheio ou de presença.
Nada exige nem pede. Nada espera,
mas do destino vão nega a sentença.
O amor antigo tem raízes fundas,
feitas de sofrimento e de beleza.
Por aquelas mergulha no infinito,
e por estas suplanta a natureza.
Se em toda parte o tempo desmorona
aquilo que foi grande e deslumbrante,
o antigo amor, porém, nunca fenece
e a cada dia surge mais amante.
Mais ardente, mas pobre de esperança.
Mais triste? Não. Ele venceu a dor,
e resplandece no seu canto obscuro,
tanto mais velho quanto mais amor.
CARLOS DRUMOND DE ANDRANDE

4 de dez de 2007

O meu presente

Talvez ninguém considere tão importante quanto eu o ato de presentear.
Pra muita gente é simples. É só descobrir algo que a pessoa presenteada está precisando ou algo que ela goste muito. Assim, o $$$ investido vai gerar o sorriso e a satisfação esperada.
Podem me achar complicado ou esquisito, mas, pra mim, dar um presente é gravar ainda que levemente a pessoa presenteada com a sua personalidade. É doar um pouco de você pra alguém. Ao mesmo tempo, é um dos modos mais singelos e carinhosos de você dizer o que acha da pessoa presenteada.
Ao presentear alguém, você pode, mesmo sem querer, estar elogiando, criticando, motivando, desmotivando, inspirando, convidando, explicando, etc.
Todo ano, nessa época, eu enfrento esse dilema e admito que sempre cedo às pressões capitalistas e acabo dando presentes necessários e óbvios, por temer uma crítica quanto a algum presente sem valor financeiro significativo.
O presente que eu gostaria de receber? nada que eu esteja precisando ou que eu declaradamente goste...quero apenas algo que julguem ser importante pra mim.

O herói corinthiano


30 de nov de 2007

Gauchada unida por justiça.

Eu acabei de ler no lancenet e também no blog do Pedro Henrique Bueno, o segundo maior São Paulino do mundo.
A missão de fim de ano é atolar os gambás no estrume da segundona. E os responsáveis pelo sucesso dessa missão são os dois grandes de Porto Alegre/RS. É isso mesmo, Internacional e Grêmio, depois de anos e anos de rivalidade, unir-se-ão para um fim comum: jogar o Corinthians na segunda divisão do futebol brasileiro.
Tenho certeza que não há no Brasil inteiro, dois times mais qualificados para o mister.
O Grêmio, forte e honrado combatente, com chances ainda que remotas de se classificar para a Libertadores/2008, precisa apenas de uma vitória sobre os gambás, o que, diga-se de passagem, não será nada difícil, pois o Olímpico estará lotado e a equipe atual do Corinthians não passa de um bando de bêbados comandados do banco por um ex-jogador em atividade.
O Internacional, então, nem se fale. A parte dele na missão é a mais fácil. É só fazer um amistoso contra o Goiás lá no Serra Dourada e levar um time misto. Tenho certeza que Fernandão, Clemer, Edinho, Elder Granja e cia, não fazem a mínima questão de ganhar esse último jogo do ano, no qual o Inter não tem mesmo qualquer objetivo. É a hora de retribuir a palhaçada que foi o Campeonato Brasileiro de 2005, que foi descaradamente roubado do Colorado.
Pois é, gauchada (eu sei que vocês lêem meu blog), quis o destino que fossem vocês os responsáveis por lavar a honra de todos os brasileiros, que até hoje não engoliram aquele circo de horrores que foi o Brasileirão/2005. É hora de fazer justiça com as próprias mãos.
Domingo, dia 02/12/2007, é o dia "D".

22 de nov de 2007

ELE É O CARA

Nem Afonso, nem Robinho, nem Vágner Love. Acho que agora o Sr. Carlos Caetano Bledorn Verri, o Dunga, aprendeu que, quando precisar de competência, talento e seriedade, deve sempre procurar um São Paulino.


Esse tem berço.

19 de nov de 2007

O QUE É BOM

Bom é acordar de madrugada com um friozinho e ver que ela me roubou o cobertor. Ela ganha um beijo dormindo, eu me esquento na conchinha e volto pro sono.
Bom é contar os minutos do meu dia, porque não me aguento de saudade e vontade de tê-la de novo comigo, fazendo piada e jogando conversa fora.
Bom é poder ouvir uma música no rádio, sabendo que ela tem o mesmo gosto e vai aumentar o volume pra gente curtir junto.
Bom é saber que aquele filmaço vai estrear no cinema e ela vai se animar tanto quanto eu pra assisti-lo o mais rápido possível.
Bom é vê-la rindo das minhas gracinhas, ainda que sejam sem graça, só pra preservar a nossa paz.
Bom é estar ao lado dela pra tudo e ter a certeza que a recíproca é verdadeira.
Enfim, quando se está amando, tudo é bom.

14 de nov de 2007

A inteligência a serviço da humanidade

Alguém já ouviu falar de estrada musical? Pode parecer um absurdo - e pra mim, é mesmo - mas um grupo de cientistas japoneses criou um estrada que toca notas musicais quando os carros passam por ela.
Nem imagino quem foi o japonês "desocupado" que inventou essa cretinice, mas o negócio funciona da seguinte maneira: São colocadas na estrada diversas ranhuras (pequenos sulcos), em intervalos calculados de distância, para que o atrito causado pelos veículos ao passar por elas gerem a sonoridade esperada. Obviamente, a velocidade dos veículos determinará o tempo musical.
Agora, alguém, pelo amor de Deus, explique-me apenas uma coisa:
Se eu moro no Japão e tenho à minha disposição os melhores e mais baratos equipamentos de som para automóveis, por qual motivo eu prestaria atenção no barulhinho idiota que os buraquinhos da estrada fazem quando eu passo com meu carro?
Só falta agora os japoneses começarem a bater os carros por ficarem prestando atenção na "música de alta qualidade" produzida pelas estradas.
Vejam mais em:

5 de nov de 2007

É (PENTA) CAMPEÃO ! ! !

Qual o maior esporte do mundo??? Qual país é o maior ícone desse esporte no planeta??? Agora a última pergunta:
QUAL O MELHOR TIME DESSE PAÍS???

Parabéns, São Paulo Futebol Clube, o primeiro e legítimo pentacampeão brasileiro da história. Superior por natureza.

31 de out de 2007

É HOJE ! ! !

Nação tricolor, preparem seus copos, porque hoje é dia de encher a cara. Nós, São Paulinos, logo mais, vamos beber pra lamentar a crise que nos assola. Seremos campeões brasileiros com 04 (quatro) rodadas de antecedência. Pra mim isso é crise, porque dava pra ser campeão com 07 (sete) pelo menos. Por isso mesmo, que hoje eu vou beber 04 (quatro) vezes mais que o normal. E amanhã eu faço um post comemorativo do primeiro pentacampeonato brasileiro da história. Até amanhã.

Vamos São Paulo...Vamos São Paulo...


P.S.: um salve aos porcos e gambás, reles tetracampeões.

16 de out de 2007

FILOSOFANDO

Estava agora há pouco dando uma pequena pausa no trabalho e navegando pela net atrás de algo divertido. Deparei-me com uma frase de Aristóteles que dizia:
"Considero mais valente quem vence os seus desejos do que quem vence seus inimigos, pois a mais árdua vitória é sobre o ego."
Fiquei pensando muito sobre o significado dessa frase e acabei me deparando com outra de um tal de J. S. Mill, que sinceramente eu não faço a mínima idéia de quem seja. A frase dizia assim:
"Aprendi a procurar a felicidade limitando os desejos, em vez de tentar satisfazê-los."
Aí que eu me encafifei de vez, porque eu sempre disse que a felicidade verdadeira está na certeza do querer. E o que se quer com certeza deve ser necessariamente algo que nos expanda o caráter e a personalidade, aprimorando, consequentemente, nossa alma. Mas de algum modo, acho que meu jeito de pensar se encaixa nos pensamentos expostos acima.
Nem sei porque, mas me veio à cabeça uma cena do primeiro filme do Harry Potter, aquele da Pedra Filosofal. A cena mostrava o pequeno bruxo diante de um espelho mágico que mostra a imagem daquilo que mais queremos no mundo. Enquanto ele se esbaldava com a imagem de seus falecidos pais o abraçando e beijando, o mestre diretor da escola de bruxos, Alvo Dumbledore, dizia que o espelho era perigoso e que muitos haviam sucumbido diante dele.
Após sofrer esse magnífico insight, eu cheguei à conclusão que somos os únicos e exclusivos culpados por nosso sofrimento e que nossa grande dor está dentro de nós, manifestada por essa nossa constante insatisfação com o que temos e essa incansável busca de futilidades.
Não ouso falar o que realmente precisamos e o que devemos desejar, até porque eu também estou em busca dessa sabedoria. Mas creio sim que essa verdade, como diversas outras, está dentro de nós só esperando pra ser descoberta e revelada.

11 de out de 2007

FAZ PARTE

É muito inocente quem acredita que a vida seja um mar de rosas e que ninguém está sujeito a uma maré de azar. Eu mesmo já passei por diversas fases ruins e consegui superar todas, sempre extraindo alguma lição importante, que acabou me fazendo uma pessoa melhor e mais experiente. No final, tudo se resume naquela velha máxima de que "o que não te mata acaba te fortalecendo".
Meu time do coração, o São Paulo Futebol Clube, entrou mesmo na má-fase. E por mais que isso me seja desagradável, não posso reclamar. Os são paulinos devem sim é apoiar o time, mostrando o verdadeiro amor à camisa tricolor nesse momento ruim. Podemos caçar e até mesmo achar culpados, mas essa atitude, além de não nos competir, não surtirá qualquer efeito. Afinal, invadir treino e ameaçar jogador é coisa de corinthiano estúpido.
Mas, para massagear o ego dos São Paulinos mais doentes, só faço questão de lembrar que a nossa má-fase se dá com apenas 3 derrotas recentes, o time na liderança absoluta do Brasileiro, nas quartas-de-final da Sul-Americana e com os cofres recheados. A má fase de uns timinhos aí ocorre através de desclassificações humilhantes, endividamente pesado, investigações criminais graves e um severo risco de rebaixamento.
É...não precisa ser um grande pensador pra concluir que o SPFC é o maior e melhor time do Brasil. Essa má-fase vai passar e aí vai ser a hora fazer essa trupe engolir tudo que está dizendo. Mas isso se eles conseguirem se manter na primeira divisão, o que eu acho meio difícil.
P.S.: não esqueçam que mesmo nessa "má-fase", seremos campeões brasileiros.

9 de out de 2007

NADA DEMAIS

Não vejo nada de extraordinário na vitória do Corinthians sobre o São Paulo no último domingo. Não é inveja ou despeito da minha parte não. É que o tal Betão estava completamente livre pra marcar o gol.
Na verdade, a zaga do São Paulo, nas ocasiões de bola aérea, segue o sistema de marcação homem X homem e foi justamente por isso que sofremos o gol.
O "super" técnico Muricy Burro pra Ramalho se esqueceu de um relevante detalhe técnico. Vejam vocês mesmo no youtube quem deveria estar marcando o Betão na hora do gol.

3 de out de 2007

CALOR ABENÇOADO

Eu andava reclamando do calor insuportável que anda fazendo, mas acabei de chegar da rua e vim rapidinho postar só pra agradecer a Deus esse forno que o mundo se tornou.

Bastou uma breve ida ao centro da cidade pra que minha opinião mudasse. Afinal, o mulheril está saindo quase sem roupa pra rua. É barriga, pernas, costas, enfim...tudo à mostra. Isso sem falar dos decotes...um mais escandaloso que o outro.

Nessas horas, o melhor amigo do homem são os óculos escuros. Com eles, é possível analisar minuciosamente a peitaria e a pernaria de qualquer mulher próxima a você, sem qualquer risco de reprimenda.

O lado ruim de tudo isso fica por conta das mulheres de grande porte, que também se trajam de forma sumária e saem felizes pra rua, acreditando piamente que serão examinadas por nós tarados. É o festival da celulite. Mas isso é sem dúvida compensado pelas saias curtíssimas e as regatinhas brancas usadas pelas ninfetinhas calorentas.

Portanto, de agora em diante, não vou mais reclamar das filas de banco, supermercado, etc. Enquanto estiver fazendo esse calor violento, a irritante demora das filas brasileiras se transforma numa prazerosa sessão de vouyerismo.

Mas não se acostumem com essa só de olhar. O negócio mesmo é chegar e abordar, porque só olhar cardápio não mata a fome de ninguém.

2 de out de 2007

RENOVANDO A FROTA

Senhoras e senhores, é com incomensurável prazer que lhes conto a última novidade: Acabei de trocar o Lestat móvel. O que vocês tem com isso? nada, eu sei, mas como o blog é meu, escrevo o que quiser.
Mas o fato é que estou muito satisfeito com a mudança e quero compartilhar minha alegria com vocês. O antigo Lestat móvel já não era mais o mesmo de outrora. Estava todo capenga e judiado, vítima das minhas peripécias alcoólicas.
Confesso que foi meio triste deixá-lo na concessionária. Fiquei olhando pra ele e imaginando que tudo poderia ser diferente, que eu poderia ter cuidado e gostado mais dele. Mas no fim das contas, era só um carro e foi bem rápido encontrar um melhor, um que se adapta perfeitamente às minhas necessidades e aspirações.
Agora sim, de frota e ânimo renovados, fica tudo mais fácil. Dessa vez eu não vou vacilar. Desse eu vou cuidar e me dedicar. Manterei ele limpinho e cheirosinho. Já até planejo um investimento severo em equipamentos de som. Nada que sirva pra ambientalizar uma rave, mas com certeza pra animar ao menos um churrasquinho básico.
É isso aí então. Vamos pra frente, porque atrás vem gente.

29 de set de 2007

Dando a volta por cima...

Agora chega. Todo mundo tem limite e definitivamente já faz tempo que eu ultrapassei o meu. Agora é cada um por si e Deus por todos.

Quem não entendeu esse post não precisa ficar encucado. Ele tem destinatário específico.

28 de set de 2007

Sacodindo a poeira...

É impressionante como uma postura adulta, um comportamento austero e principalmente um corpo esbelto deixam maluquinhas as solteironas. Eu - que há menos de um mês não passava de um farrapo de gente, jogado às traças e perdido na bebedeira, ao nível de ser desprezado até por programadoras - descobri ontem que ainda sou um bom partido. Não que eu concorde com tal fato, mas pelo menos foi o que consegui presumir após o agradável encontro que tive ontem à noite, com uma mocinha deveras interessante.
Minha companheira conversou, riu à beça e até ousou beber um pouco de vinho. Falamos de cinema, música, livros e ambições profissionais. Esforcei-me pra deixar uma boa impressão e acho que consegui. Fiz a barba, vesti-me adequadamente e até lavei o carro. Nada daquele velho tênis e boné que normalmente me acompanha. Trajei-me de acordo com a ocasião.
Acho que valeu a pena, porque prendi a atenção da guria a noite toda e até percebi alguns flertes ao meu redor. Essa mulherada anda mal amada mesmo. Se a gatinha tivesse me visto há um mês nunca se interessaria por mim. Mas o que interessa é que agora eu sou um bom par e minha auto estima só tende a subir.
Um professor das antigas me disse uma vez: "toda água corre em direção ao mar". Depois de quase dez anos, acho que entendi o recado e agora tenho certeza absoluta que qualidade só atrai qualidade e defeito só atrai defeito.
Então é assim que vai ser. Vou me reciclando e me melhorando a cada dia para que coisas boas e, principalmente, pessoas interessantes se sintam atraídas por mim.
O desfecho do meu encontro eu prefiro não contar, mesmo porque seria uma indelicadeza de minha parte.

18 de set de 2007

Um Venezuelano muito louco

Galera, vejam só que absurdo.
Um Venezuelano de 33 anos sofreu um acidente numa rodovia e foi dado como morto. Chegando no necrotério pra fazer a autópsia, no momento da primeira incisão, o morto começou a sangrar. O legista, desesperado, iniciou a costura da incisão, quando surpreendentemente o morto acordou reclamando de dor.
A esposa do morto-vivo estava aguardando pra identificar o corpo e acabou vendo seu marido caminhando pelo corredor do necrotério.
Agora imaginem só a correria que deve ter ocorrido no necrotério quando viram um morto andando e falando logo após o início da autópsia. Deve ter sido algo digno de um filme de terror, ou comédia.
Alguém aqui me disse que na série Lost, o personagem de Rodrigo Santoro foi picado por um mosquito e o veneno do bicho o paralisou totalmente, levando todos a crer que havia morrido, reanimando-se apenas durante o seu sepultamento, ou seja, tarde demais.
Pelo menos, esse Venezuelano conseguiu acordar antes de abrirem ele inteiro na mesa da autópsia.
P.S.: O termo técnico correto é necrópsia, mas eu usei a palavra autópsia pra não dificultar a leitura de quem não sabe disso. Agora sabem.

2 de set de 2007

CORINTHIANO???

Já faz algum tempo que eu venho dizendo que o Leandro, segundo atacante do São Paulo Futebol Clube é ruim de bola e corinthiano.
O problema é que a cada jogo, o cara joga mais e toma uma atitude diferente pra provar à torcida que é um São Paulino.
Para mim já basta. Eu acredito. O LEANDRO É SÃO PAULINO!!!
Pelo visto, nem todo amor é eterno. O amor não correspondido, ou não recompensado, enfraquece-se e some. Apaixonar-se novamente por outro time é só questão de tempo. No caso do São Paulo Futebol Clube, é uma questão de aptidão. E depois de dois anos, o Leandro enceradeira (segundo Armand) provou seu valor e seu amor pelo Tricolor do Morumbi.
Seja bem vindo à nata, Leandro, honrado atleta. A sua vibração, dedicação e categoria o qualificam como um São Paulino de verdade, ainda que venha a jogar por outro clube no futuro.

20 de ago de 2007

VOCÊ SABE???

Você sabe o que é necessário pra te fazer feliz? Certa vez, eu fiz essa pergunta para duas pessoas que diziam estar tristes. Nenhuma das duas souberam responder. Perguntei então o porquê de sua tristeza. Não obtive qualquer resposta concreta. Ouvi várias balbucias: solidão, desânimo, falta de dinheiro, problemas familiares, etc. Essa é uma dura realidade. Somos tão exigentes e ao mesmo tempo tão volúveis que não somos sequer capazes de dizer o que realmente queremos. Digo volúveis, não de modo pejorativo, mas apenas pra mostrar como nossos pensamentos e desejos são inconstantes. O que eu quero muito hoje, amanhã posso querer menos, ou até mesmo não mais querer. Tudo é uma questão de ocasião, então? Minha vida e minha felicidade se resumem à satisfação de desejos momentâneos? A resposta é definitivamente NÃO. Acredito que a solução está justamente em descobrir o que realmente somos e aquilo que realmente precisamos. Essa talvez seja a tarefa mais difícil do ser humano: o auto-conhecimento. Lembra da famosa frase “conhece a ti mesmo” ? Pois, conheçamo-nos então. Conseguindo atingir esse objetivo, certamente deixaremos de ser volúveis. Quando chegar esse dia, o que desejamos hoje, desejaremos amanhã e, após conquistarmos, seremos felizes.

Lestat reprisando

Buscando o reconhecimento pelo conjunto da obra e também driblando alguns leitores mais ávidos, resolvi republicar alguns posts meus da época do blog da zebra. Pra quem não sabe, foi nesse blog aí que eu iniciei a vadiagem e depois, num momento de egocentrismo estúpido, criei o meu próprio blog, este aqui.
Portanto, leiam acima um dos meus prediletos.

26 de jul de 2007

SOLIDÃO E CARÊNCIA

No filme "Náufrago", o personagem de Tom Hanks, na falta de companhia, chega ao cúmulo de conversar com uma bola de voley, denominada Wilson, a qual passa a ter uma tremenda importância na sua vida, ao ponto de chorar quando a dita bola é levada pela maré.
No filme "Melhor é Impossível", o personagem de Jack Nicholson também se ridiculariza e, por ser extremamente solitário, acaba se apaixonando pelo cachorrinho de seu vizinho, que passou alguns poucos dias em seu apartamento, enquanto seu dono estava hospitalizado. Quando o dono veio buscar seu bichinho, Nicholson também sofreu e chorou.
No filme "Separados Pelo Casamento", o personagem de Vince Vaughn, após o fim de sua relação com a personagem de Jennifer Aniston, passa fazer farras e orgias em seu apartamento, sempre regadas a grandes quantidades de bebida alcoólica.
Portanto, se a vida imita a arte e arte imita a vida, agora que estou solteiro e solitário, pergunto-me qual a melhor opção:
1) Arranjar um animalzinho de estimação e virar uma bichona;
2) Comprar uma bola, começar a conversar com ela e acabar num hospício;
3) Ou cair na putaria pesada e afogar as mágoas na bebedeira.
Puxa, mas que dúvida cruel hein?

8 de jul de 2007

A NOSSA REDENÇÃO


Alguém aí sabia que houve uma eleição das novas sete maravilhas do mundo? Eu nem sabia com certeza quais eram as sete primeiras maravilhas e já fizeram outra lista. Mas isso nao vem ao caso. O que importa mesmo é que o nosso Cristo Redentor foi eleito a terceira maravilha da nova lista. O que importa isso? Pra mim, nada; mas pro Brasil, tudo, porque ser lembrado mundialmente apenas por causa de carnaval, futebol e corrupção nunca foi algo que me deixasse contente.
É apenas um passo pra esculpir uma imagem respeitável do brasileiro, que será lembrado pela humanidade por motivos culturais. Confesso que isso me agrada muito mais que a imagem de pagodeiro que depende do futebol ou da malandragem pra ser alguém na vida.
Confiram a lista das novas sete maravilhas do mundo. Vejam também a primeira lista das sete maravilhas do mundo.
Tenho certeza que a grande maioria do povo não conhecia a lista completa.

21 de jun de 2007

MIJADO À LUZ

Desculpem a demora pra postar. Pra falar a verdade, eu havia abandonado o blog mesmo, ainda que temporariamente. Ando muito atarefado no trabalho e, confesso, sem nenhuma inspiração pra postar.
Mas hoje logo ao acordar, peguei o finalzinho de uma reportagem no programa da Ana Hickman na Record (é...eu acordo tarde e daí?), que mostrava o caso de uma mulher que descobriu que estava grávida apenas no momento do parto. É isso mesmo...parece mentira, mas não é. A vagabunda foi dar uma mijada no banheiro de sua casa, quando inexplicavelmente deu à luz seu quarto filho. Aí, ao ver o rebento ali, saindo do meio de suas pernas, ficou desesperada. Saiu correndo pro hospital mais próximo, carregando a criança ainda conectada ao cordão umbilical (que nojo!).
Como todos vocês já sabem, não sou de fazer julgamentos e, por isso mesmo, nem vou falar o que penso dessa vadia desalmada e sem juízo, que não prestou sequer pra perceber que não menstruava há um tempão.
Então, vou me ater apenas à qualidade da Saúde Pública Brasileira, porque a vagabunda teria ido a um posto de saúde uma semana antes, onde realizou exames - de gravidez, inclusive - que não indicaram qualquer irregularidade.
Acho que toda essa incompetência da saúde pública deve ser fruto de um programa secreto de controle de natalidade e redução de custos, pois a vadia já tinha 03 filhos menores e cada um deles recebe atualmente o valor mensal de R$ 95,00 do Bolsa Família. Pois é, agora são 04 pro governo sustentar.
Vejam mais em:

14 de mai de 2007

MUITOS ACESSOS MAS POUCOS COMENTÁRIOS

Uma galerinha que acessa ou acessava esse blog me criticou muito por causa dos posts futebolísticos, sempre pedindo que eu falasse sobre outros assuntos. O foda é que esse mesmo povo sequer comenta os posts que não tratam de futebol.
Então, resolvi que a partir de hoje vou postar apenas uma vez por semana, falando sobre diversos assuntos e, prometo, evitando o tema futebol, mesmo porque não tenho mais qualquer prazer em fazer isso. Talvez assim apareçam mais comentários dos frequentadores e até dos curiosos.
Agora, só pra descontrair, segue abaixo uma foto enviada pelo nosso amigo Cabelo, tirada do último show do Grupo de Rap Racionais MC's. Tenho certeza que a esmagadora maioria dos presentes é Corinthiana. Olhem só que beleza...

11 de mai de 2007

GRÊMIO 2 X 0 SÃO PAULO

Apenas por homenagem aos nobres internautas que acessam meu blog resolvi postar algo a respeito da pouca vergonha que vi na última quarta-feira.

Na verdade não tenho nada a dizer a respeito do ocorrido, ou talvez tenha até muito a dizer, mas como não serei ouvido, prefiro economizar o vernáculo.

Quem acompanha esse blog sabe que minha opinião já foi exposta no post de 01/05/2007. Cliquem no link aí e vejam o que é um torcedor consciente, humilde e, acima de tudo, insatisfeito. Se eu estivesse no Olímpico, com certeza levaria uma faixa gigante com os dizeres: EU JÁ SABIA!!!

E digo mais: com Muricy no comando, o São Paulo sequer se classificará para a Libertadores/2008. E era pra ele ir pro Corinthians, hein? mais um galho que quebramos pros gambás. Ai que saudade do Autuori...

9 de mai de 2007

QUEM TEM C... TEM MEDO

Depois de ser acusada de vender liminares que autorizam o funcionamento de alguns bingos, a Excelentíssima Desembargadora Federal Alda Basto recebeu uma "luz divina" e acabou modificando sua posição, proibindo a atividade das casas de bingo.
Ontem mesmo o Jornal Nacional exibiu a gravação de algumas conversas telefônicas, nas quais foram negociados os preços das liminares entre o dono de um bingo e a Excelentíssima Desembargadora.
Não vou dar minha opinião - já que niguém a pediu - nem sobre a atitude da Desembargadora, nem sobre os jogos de azar no Brasil.
Verifiquem vocês mesmos alguns detalhes do caso no link abaixo. Creio que alguns fatos falam por si só e não precisam de um blogueiro bocudo como eu pra dramatizar.
Opinem, por favor.

8 de mai de 2007

NÃO ENCHE

Me larga, não enche
Você não entende nada e eu não vou te fazer entender
Me encara, de frente
É que você nunca quis ver, não vai querer, nem vai ver
Meu lado, meu jeito,
O que eu herdei de minha gente e nunca posso perder
Me larga, não enche
Me deixa viver, me deixa viver, me deixa viver, me deixa viver
Cuidado, oxente!
Está no meu querer poder fazer você desabar
Do salto, nem tente
Manter as coisas como estão porque não dá, não vai dar
Largada, demente
A melodia do meu samba põe você no lugar
Me larga, não enche
Me deixa cantar, me deixa cantar, me deixa cantar, me deixa cantar
Eu vou clarificar a minha voz
Gritando: nada mais de nós!
Mando meu bando anunciar
Vou me livrar de você
Harpia, aranha!
Sabedoria de rapina e de enredar, de enredar
Perua, piranha,
Minha energia é que mantém você suspensa no ar
Pra rua! se manda!
Sai do meu sangue sanguessuga, que só sabe sugar
Pirata, malandra!
Me deixa gozar, me deixa gozar, me deixa gozar, me deixa gozar
Vagaba, vampira!
O velho esquema desmorona desta vez pra valer
Tarada, mesquinha!
pensa que é a dona e eu lhe pergunto: quem lhe deu tanto axé?
À-toa, vadia!
Começa uma outra história aqui na luz deste dia "D"
Na boa, na minha,
Eu vou viver dez, Eu vou viver cem, Eu vou vou viver mil, Eu vou viver sem você.
(Caetano Veloso)

3 de mai de 2007

SAUDADE

Vem, ó saudade, toma-me em teu carro,
Em teu regaço leva-me dormindo,
Entre fagueiros sonhos embalado
Por esse espaço infindo.
Leva-me além daquele erguido monte,
Que lá campeia quase que sumido
Nas brumas do horizonte.

Leva-me além; - oh! muito além ainda;
Do eterno plaino largo campo fende;
E entre escalvadas serranias broncas
O carro teu suspende.
Aí nas abas de sombrio morro
Abate o vôo, e deixa-me nos braços
Daquela por quem morro
(Bernando Guimarães, 1858)

1 de mai de 2007

SÃO CAETANO 2 X 0 SANTOS

E eu chamei declaradamente o São Caetano 2007 de time fraco. Que coisa não? vai ver o Paulistão/2007 é o debute de um time forte e competitivo recém formado. Pena que vai disputar apenas a série B do Brasileiro. Será que na série A faria bonito também?

Esse time do Santos, pra mim, sempre foi fraco. Pode até virar esse placar e ser campeão, mesmo porque eu ainda não estou convencido da qualidade do São Caetano, mas é um time fraco, que ataca muito e se protege pouco. Time desequilibrado, que conta com um fator positivo importantíssimo: Wanderley Luxemburgo.

SÃO PAULO x GRÊMIO

O mínimo que o São Paulo pode fazer é ganhar o jogo amanhã. Vencer é obrigação, mas pra ter alguma chance de classificação, tem de ser pelo menos de 2x0. Não que os azuizinhos sejam grande coisa, mas sempre devemos levar em conta o fator Burricy Ramalho. Lá no Olímpico serão outros quinhentos.

Sem falar que agora contamos com todo o apoio da torcida colorada. E isso não é pouca coisa não. Os caras são fanáticos e doentes tanto por vitórias do Inter, quanto por derrotas do Grêmio. Parafraseando nossos amigos gaúchos: O TRICOLOR TÁ CHEGANDO, PORRA!!!

SEMELHANÇAS

Há dois anos, um técnico talentoso e turrão deixava o São Paulo Futebol Clube, pra cumprir uma "promessa" no Japão. Em seu lugar, surgiu Paulo Autuori, recém desligado da seleção peruana. Resultado: papamos a Libertadores e o Mundial Interclubes 2005.

Maio de 2007. Paulo Autuori acaba de se desligar do Cruzeiro e está sem time pra comandar. Bem que o Muricy poderia arrumar uma promessa pra cumprir, né? O Autuori foi feito sob medida pro São Paulo. É a única coisa que precisamos para papar os três títulos que ainda disputamos em 2007. Oxalá, 1000 vezes...

DAGOBERTO

Não gosto do Leandro, confesso. Acho ele um jogador estilo corinthiano, de pouca técnica e muita raça. O Dagol está treinando em seu lugar. Ao que tudo indica, vai ser titular contra o Grêmio amanhã. Será que já é a hora certa? há quanto tempo o Dagoberto não joga? ainda mais um jogo decisivo, contra um time grande e tradicional como o Grêmio? E que não se faça comparações ao caso Amoroso, porque o que aconteceu em 2005 foi uma exceção excepcionalíssima, dessas que acontecem apenas em times campeões. Será...?

Eu manteria o Leandro pelo menos no primeiro tempo, mas com certeza trocaria o Hugo pelo Lenilson. Ah, manteria o Souza também, porque não temos um meia direita melhor na reserva. Talvez o Hernanes, mas aí caímos na mesma questão Dagol/Leandro. Todas essas dúvidas serão solucionadas pelo gênio, sábio, humilde e modesto Muricy Ramalho. Já estou rezando muito...

24 de abr de 2007

SÃO PAULO 1 x 4 SÃO CAETANO

Já que alguns corinthianos invejosos andam me cobrando, decidi comentar o desastre ocorrido no último sábado, quando o maldito Sr. Muricy Ramalho conseguiu a façanha de perder em casa para o fraco time do São Caetano. É isso mesmo. O São Caetano é fraco. Não vou ficar aqui ressaltando as qualidades do time do ABC, porque na verdade não vejo muitas. De todos os atletas que por lá jogam, o único que considero melhor que o jogador são paulino da posição correspondente é o lateral esquerdo Triguinho. Mesmo assim, só acho ele melhor que o Jadilson, porque ele sequer engraxaria a chuteira do Júnior. Nas demais posições, o SPFC dá show. E só poderia perder mesmo se alguém fizesse besteira. E duas foram feitas: uma pelo André Dias, que, numa falha ridícula, levou um chapéu e permitiu o gol; a outra pelo Muricy, que escalou para um jogo decisivo um zagueiro recém recuperado de lesão, que não jogava há muito tempo, deixando no banco Richarlyson, que ultimamente estava comendo a bola em todas as posições que era escalado.
O Sr. Muricy Incompetente e orgulhoso pra Ramalho, ao deixar o meu São Paulo perder pro São Caetano, conseguiu uma façanha comparável a uma derrota da Ferrari pra uma BAR-Honda. Mas quero esquecer isso, mesmo porque a "super capacitada" cúpula tricolor vai mantê-lo no cargo. Eu havia me proposto a não mais criticar esse energrúmino e vou tentar cumprir o trato, mas, alerto, nunca fiz e pelo visto nunca farei qualquer elogio.
Eis os jogadores:
Rogério Ceni: ainda é uma divindade São Paulina, mas em 2007 ainda não fez nada.
André Dias: Só podia estar bêbado. Levar um chapéu daqueles é coisa de amador.
Miranda e Alex Silva: Esforçados, cumpridores e talentosos.
Ilsinho: O melhor jogador do São Paulo, quiçá do Brasil. Inatacável.
Jadilson: só o Burricy mesmo pra achar este comedor de jabá melhor que o Júnior.
Josué: assim como o Ilsinho, é inatacável. Que falta faz o Mineiro, né?
Hugo: mais um sangue de barata. O Danilo pelo menos era decisivo e ganhava títulos.
Souza: 2 anos enganando torcida e treinadores. A minha paciência acabou. Por mim, esse ia embora junto com o Muricy.
Aloisio: atacante tem que fazer gol, ou pelo menos tentar, senão fica no banco. Mas não esqueço aquele passe pro Mineiro na final do mundial...
Leandro: corinthiano.
Pronto. Aí está minha opinião.
Quanto à Libertadores, São Paulo ainda é um dos favoritos, mas o Muricy tem que deixar o time jogar e parar com essa mania de inventar burrices. Amanhã nem assisto ao jogo contra o Audax Italiano. Vou pro bar.
P.S.: ainda bem que não cornetei muito a eliminação do Inter. A gauchada tá me dando um refresco...rs.

10 de abr de 2007

VIVA A VADIAGEM

Aprendi quando cursava a faculdade de direito que o Brasil é um país laico, ou seja, um Estado que não possui uma religião oficial. Ao saber disso, estranhei muito o feriado nacional de 12 de outubro quando é celebrado o Dia de Nossa Senhora de Aparecida, isso sem falar nos outros feriados católicos. Lembro de ter perguntado ao professor o porque da data, recebendo como resposta apenas uma desconversa sobre a sedimentação de um costume popular, blá...blá...blá, etc. Achei melhor esquecer o assunto, mesmo porque estava evidente que não obteria uma resposta decente.
O tempo passou e hoje, dia 10 de abril de 2007, li na internet que o Vaticano pretende canonizar o frei franciscano Antonio de Sant'Anna Galvão, conhecido apenas como Frei Galvão, no próximo dia 11 de maio, tornando-o o primeiro santo nascido brasileiro.
O grande problema disso tudo é que o Senado Federal aprovou recentemente a criação do Feriado Nacional do Dia de Frei Galvão, que será comemorado no mesmo dia de sua canonização, ou seja, 11 de maio.
Eu que há muito tempo já questionava a contradição de haver diversos feriados eminentemente católicos num país laico, finalmente consegui entender a situação. A verdade pura e simples é que, ainda que esteja impregnado de influência católica, o Brasil é sim um país laico, sem religião oficial. O detalhe que eu não levei em conta é que a nossa brava gente brasileira - seja ela católica, protestante, espirita ou budista - não passa de uma trupe de vagabundos preguiçosos, que odeia trabalhar e sempre vai ser simpática à criação de feriados nacionais, sejam eles de cunho religioso ou não.
Definitivamente, tenho certeza que nasci no país errado.

5 de abr de 2007

FELIZ PÁSCOA

Que todos tenham muita paz e muita felicidade nessa data santa. E lembrem-se: o coelho é o mascote da páscoa por ser um símbolo de fertilidade. Cá entre nós, a coelhinha aí de cima me inspira muito mais fertilidade que um bichinho peludo idiota que come alface o dia inteiro e não vem quando a gente chama.

2 de abr de 2007

MEU AMIGO HULK

Porte físico, estética, higiene pessoal, temperamento inconstante, etc... Em muitos aspectos, nosso querido amigo Negro Drama se assemelha ao herói verde da Marvel. Mas a semelhança mais importante está no quesito "bom coração".
Pode até parecer viadagem, eu não me importo, mas esse foi o melhor meio que encontrei de fazer as pazes com um grande amigo. Valeu, véi...

29 de mar de 2007

INTERNACIONAL 0 X 0 VÉLEZ SARSFIELD


Obs.: O Internacional de Porto Alegre, atual campeão mundial inter clubes, está na terceira colocação do seu grupo na libertadores e tem remotas chances de se classificar para a segunda fase.

27 de mar de 2007

O PADRE NAZISTA

Essa eu tinha que comentar.

Um padre infeliz de Niteroi/RJ se negou a celebrar o casamento de um casal de deficientes. O Padre João Pedro Stawicki justificou sua recusa no fato da noiva já ter sido evangélica, como se isso fosse um pecado imperdoável. E eu achava que a igreja católica tinha como um de seus principais objetivos a conversão de ovelhas desgarradas.

Na verdade, está mais que na cara que o casamento deixou de ser celebrado em virtude da deficiência dos noivos. Ele tem paralisia cerebral, causando-lhe deficiência motora; e ela tem déficit de aprendizado, ou seja, é meio burrinha.

Ao saber disso, nosso querido Padre João Pedro, espelhando-se em Hitler e temendo a involução da raça humana, negou-se a abençoar a união e perpetuação de uma linhagem que entendeu ser defeituosa.

Vejam mais em:

http://noticias.uol.com.br/ultnot/agencia/2007/03/27/ult4469u789.jhtm

21 de mar de 2007

ABRAÇO POR TRÁS

Ontem estava eu assistindo ao programa do Otávio Mesquita na TV, obviamente só pra ver a gostosíssima da Barbara Kobolt, quando me deparei com uma matéria sobre um consultor de Recursos Humanos chamado Ary Itnem Witacker que saiu andando pela Avenida Paulista na semana passada com um cartaz com a frase "Dá um abraço?". Não sei se foi por causa do cartaz ou se foi por causa da câmera ali presente, mas o cara acabou ganhando um monte de abraços, a maioria de homens, e até alguns beijinhos.
Na verdade, trata-se de uma iniciativa de profissionais europeus que criaram o "minuto do abraço", pelo qual pretendem aproximar os funcionários de uma empresa através do contato físico e, assim, eliminando a distância entre eles, diminuir o stress e aumentar sua produtividade.
Como não sou preconceituoso, sequer vou comentar o tamanho da viadagem que vejo nessa estupidez. Prefiro me ater à imensa falta de higiene do procedimento.
Imagine só: você acorda cedinho pra trabalhar, toma um bom banho, escova os dentes, passa um desodorante, veste uma roupa limpinha, penteia o cabelo e sai todo belo. Aí, logo na largada, chegando no escritório, seu chefe convoca todo mundo e declara aberto o "minuto do abraço".
Pronto...que notícia boa. Aquele seu perfume caro já era. Você vai passar o dia todo fedendo um misto dos perfumes baratos de todos os seus colegas de trabalho, inclusive daqueles que não gostam muito de tomar banho.
O seu penteado já era, porque em toda empresa há um chato que não fica satisfeito com um simples abraço e acaba sacudindo seu cabelo, acreditando piamente que isso é um gesto agradável. Além disso, há uma grande probabilidade de você pegar piolhos.
Sua roupa? Já era também. Ela vai ser presenteada com uma imensa transmissão de poeira, ácaros, suor, cc, caspa, cabelos, etc. Se você estiver vestindo branco, aí fudeu de vez.
Sinceramente, acho essa idéia uma das maiores idiotices que já vi na vida. Por isso mesmo sugiro que seja criado o "minuto do strip", a partir do qual todas as gostosas do escritório são convocadas a subir em suas respectivas mesas e tirar a roupa em um minuto. Tenho certeza que essa iniciativa vai aumentar a produtividade e o astral dos funcionários. Para tornar a coisa ainda mais agradável, sugiro mesclar o "minuto do strip" com o "minuto da cerveja".
Pronto...um minuto de lazer verdadeiramente masculino pra eliminar o stress e aumentar a produtividade, ao invés dessa viadagem de abraço.

9 de mar de 2007

SHOW NA ZONA

Galera, ontem a Dupla Sertaneja Cesar Menotti e Fabiano se apresentou pela primeira vez. O estrondoso sucesso recente da dupla despertou o interesse de milhares de Bauruenses, entre eles este que vos fala. Porém, Lestat's Girl ficou furiosa com a idéia do seu vampirinho lindo dançar e beber no meio de inúmeras fêmeas vaqueiras ("vacas" foi a expressão utilizada por ela), que certamente compareceriam ao evento.

Compreensivo, resolvi acatar a ordem e fiquei quietinho dentro de casa, mas, confesso, com um ponta de remorso, visto que sempre fui um frequentador assíduo de festividades sertanejas.

Hoje ao chegar ao trabalho, recebi a notícia de que o Show foi fantástico e o local estava completamente lotado. Eu que já estava meio puto por ter perdido, fiquei mais ainda, mas acabei ficando aliviado, porque descobri que estavam cobrando R$ 5,00 pela lata de cerveja. Tudo bem que a cerveja era Boehmia, mas R$ 5,00 ??? isso pra mim é preço de zona!!!

Minha nossa...conclui que Lestat's Girl acertou ao me alertar a respeito da estirpe das raparigas presentes, porque só podiam ser putas pagas mesmo. Na verdade o lugar inteiro deve ter sido decorado tal qual um puteiro, porque só assim se poderia cobrar R$ 5,00 por uma lata de cerveja.

Resultado da "idéia genial" dos organizadores do Show: o povo bebeu pouquissimo e o lucro foi quase insignificante. Isso pra não dizer que, sem a especial empolgação que só o álcool nos oferece, o Show foi fantástico apenas no palco, porque o público acabou sendo bem chato e parado.

Ainda bem que não fui, porque eu gastaria uma fábula pra me embebedar e ficaria pulando e cantando sozinho no meio da galera sóbria.

Putz...pensando bem...isso até que seria legal...deveria ter ido.

7 de mar de 2007

COOPERAÇÃO VAMPIRESCA

No mundo atual não há mais espaço para o egoísmo... e nem pro altruísmo, creio eu piamente. O negócio é cooperação. Uma mão lava a outra. Portanto, enquanto me atolo em trabalho e faturo algumas milhas a mais pro meu fundo matrimonial, deleitem-se com a verve de Armand, que, em plena forma, reativou o blog da zebra.
Reparem que a solteirice anda lhe fazendo um notável bem. Está mais inteligente, mais confiante e menos depressivo. Conto aqui pra vocês em primeira mão que meu vampiresco companheiro me confidenciou estar com tendências seletivas. Vejam só. O vampiro coração de mãe, Armand, começou a perceber que vampiros só devem se acompanhar de vampiros. Finalmente ele percebeu que Lobisomens, Garus ou Laicans como alguns aí dizem, são seres irracionais, com alto poder destrutivo e nada discretos. Valem-se muito mais da força física, do que da inteligência, visto que esta última lhes falta. Esse tipo de companhia só traz prejuízos à nossa linhagem. Como eu sempre digo: "EVOLUÇÃO IMPLICA EM SELEÇÃO".

26 de fev de 2007

ULTRAPASSANDO O LIMITE DO RIDÍCULO

Corinthiano é definitivamente um povo ridículo. Há 3 anos, quando a MSI chegou ao timão, nós, torcedores de outros times, fomos obrigados a aturar uma arrogância medíocre, típica de pobre que se vangloria por estar lavando o carro importado do patrão. Pois é...foi justamente isso que aconteceu. A gambazada nunca teve onde cair morta e, com a chegada MSI, eles se acharam no direito de esnobar todo mundo, mesmo estando claro e indiscutível que a parceria seria um grande fiasco.

Pois bem, finalizada a "parceria", o patrão veio pegar seu carro importado e o lavador acabou ficando até sem gorjeta. Agora, o Sr. Alberto Dualib vem até nós, por intermédio do presidente da República, nosso representante legal, pedir dinheiro pra construção de um estádio. Pergunto: Pra onde foi aquela arrogância Corinthiana? Há 3 anos, o Corinthians não precisava de nada nem de ninguém, mas agora vem pedir o meu dinheiro? Eu digo não e espero que o Sr. Lula, nosso mandatário, respeite minha opinião e tenha decência nesse mandato, já que no mandato passado ele deixou a desejar.

Olhem a foto abaixo e dêem boas risadas.

13 de fev de 2007

...

O pessoal que acompanha esse blog aqui já deve estar de saco cheio de posts sobre futebol, com exceção da gauchada colorada fanática (eta gente boa!). Confesso que até eu as vezes me encho do assunto, mas é que ultimamente não tenho feito nada além de trabalhar, assistir futebol, comer e dormir. Até da cachaça, meu amor eterno, eu dei um tempinho. Não é brincadeira, não. Faz 25 dias que não encho a cara. Apenas tomei uns golinhos no ultimo sábado, durante a celebração do casório de um amigo meu, mas não ultrapassei os 500ml de cerveja.
A explicação lógica pra toda essa minha chatice é que Lestat's girl está na área desde 01/02 e ficará me marcando tal qual Diego Lugano até o fim do mês. O lado bom é que estou matando a saudade e já emagreci 5 kilos. Portanto, estou feliz e isso significa que baboseiras politicamente incorretas só serão publicadas a partir de 01/03/2007.
Mas só pra não passar em branco:

SÃO PAULO 3 X 1 CORINTHIANS.

CHUPA GAMBAZADA!!! VAI ROUBAR TOCA-FITA!!!
EÔ..EÔ...TRICOLOR...TRICOLOR!!!

5 de fev de 2007

CORAÇÃO DIVIDIDO

Há tempos, eu venho elogiando as qualidades do Esporte Clube Noroeste, o time daqui de Bauru/SP, minha cidade natal. Também não é novidade que sou São Paulino doente. Pois bem. Ontem meu coração foi posto à prova, pois o meu SPFC veio pra cá enfrentar o Noroeste. A princípio, meu maior dilema foi a escolha da torcida. Em qual lado da arquibancada eu ficaria? lado alvi-rubro, junto dos Noroestinos, ou lado tricolor, junto da minha nação São Paulina? que dúvida terrível. Logo na chegada já fui presenteado pelo destino e consegui gratuitamente um assento na arquibancada neutra, bem no meio das duas torcidas, onde pude torcer apenas por uma bela partida de futebol, sem medo de retaliações de torcedores rivais.
E foi justamente o que aconteceu. Do meu assento, pude assistir a uma das mais emocionantes partidas da minha vida, ouvinto gritos de Bambi sem me sentir ofendido e, pasmem, criticando ferozmente a divindade Rogério Ceni, que realmente faz uma desnecessária e irritante cera. Vi também uma falta primorosamente cobrada por ele, que ironicamente alvejou o travessão Noroestino. Vi o Norusca aplicar uma marcação perfeita e, em certos momentos, encurralar o tricolor com uma troca de passes digna de um time grande. Vi o meia esquerda tricolor Lenilson abrir o marcador, marcando e comemorando um gol contra o time que o revelou. Vi o goleiro Noroestino, Fabiano, fechar o gol e evitar a vitória São Paulina, como também vi o ousado gol de Vandinho, excelente atacante alvi-rubro, que soltou uma bomba pra cima do Rogério Ceni, que nada pôde fazer a não ser pipocar e deixá-la entrar.
No fim das contas, placar de 1 X 1, totalmente condizente com o futebol de alto nível apresentado. O Noroeste, na minha opinião o time mais equilibrado do Campeonato e o São Paulo mostrando que está em franca evolução para a Libertadores/07. Eu, bauruense e são paulino, sai feliz do estádio, porque não vi nenhum dos meus dois times do coração sofrer uma derrota.

28 de jan de 2007

FILMAÇO ! ! !

Quem ainda não viu está perdendo tempo. O novo filme do Denzel Washington, "Deja Vu", é simplesmente espetacular. Roteiro, direção, elenco, atuações, fotografia e som totalmente perfeitos. Não me atreverei a falar sobre o filme, mas recomendo a todos os amantes da sétima arte. E já vou avisando que o filme dá um verdadeiro nó na cabeça do espectador. Portanto, aos mentalmente desfavorecidos, vulgos lerdos, recomendo o filme "Xuxa Gêmeas", mais fácil de entender. Aos inteligentes e boêmios, aconselho que assistam ao filme sóbrios, porque a grande sacada é a riqueza e a importância dos detalhes.

25 de jan de 2007

ERO...ERO...ERO...???

Ontem o São Paulo Futebol Clube sofreu mais um revés por culpa da arbitragem, que não acabou o jogo no tempo certo e por causa de 20 segundos acabou permitindo o empate no jogo contra o Paulista de Jundiaí.
Hoje de manhã, a equipe de juniores do São Paulo Futebol Clube perdeu o título da copinha nos pênaltis pro Cruzeiro e, mais uma vez, a arbitragem foi culpada, porque mandou cobrar novamente uma penalidade regularmente defendida pelo arqueiro são paulino.
Posso ficar aqui criticando e culpando a arbitragem pelos resultados negativos, mas a verdade pura e cristalina é que árbitros são incompetentes mesmo e todo time tem problemas nesse quesito, mas o time campeão sempre é aquele que apresenta um algo mais e passa por cima dessas "dificuldades técnicas".
Lembrem-se, São Paulinos:

"O RIO ATINGE SEUS OBJETIVOS PORQUE APRENDEU A CONTORNAR OBSTÁCULOS" (LAO-TSÉ)

18 de jan de 2007

A PRIMEIRA IMPRESSÃO É A QUE FICA?

Há uns tempos, estava eu numa pequena papelaria próxima do meu trabalho pra tirar alguns xerox. Logo na chegada, deparei-me com uma moça morena, de cabelos castanho claros na altura dos ombros, que usava um perfume muito agradável e estava muito bem vestida. Fiquei admirado, confesso.

Enquanto a mocinha operava a máquina de xerox, o que durou uns 5 minutos, involuntariamente comecei a reparar nos detalhes de sua aparência, até então digna de elogios.

Ela usava uma sandália muito bonita, discreta e de extremo bom gosto, de cor bege com alguns poucos detalhes dourados. Reparando na sandália, acabei por me dar conta que o pé da menina era enorme, medindo entre 38 e 40. Não sou nenhum podólatra, mas sempre admirei pés femininos delicados e bem cuidados. Inconformei-me, mas me animei a continuar o exame.

Analisando as pernas, constatei que a moça usava uma calça jeans lavada de cor preta, também de extremo bom gosto e aparentemente cara. Todavia, também constatei que suas pernas não eram lá tão atléticas, fazendo com que as belas calças da moça não vestissem muito bem suas estranhas pernas.

Subindo mais um pouco, examinei a cintura da garota, que fez jus a elogios, pois magra pelo menos ela era. Tinha uma cinturinha fininha, típica de manequins e usava um cinto de lona moderno e sofisticado, na mesma tonalidade que as sandálias. Pronto, uma bela e magra cintura. Mas quando a moça se virou, passei a examinar seus glúteos e tristemente pensei: puta que o pariu, que bunda feia!!! Era de dar dó, pois moça não tinha guarnição alguma. Tentei imaginar nua a ossada que ali estava, mas fiquei enjoado com a idéia.

Continuei subindo e examinei o tronco da guria. A barriga não era assim tão feia, mas também não era assim tão bonita. Percebi que a magreza natural foi a única coisa que proibiu o surgimento de uma pança de cervejeiro ali na região examinada. Uma barriga feia, mas magra, o que, confesso, hoje em dia é raríssimo no mulheril, que só sabe beber cerveja e comer porcarias aos montes - como chocolate, churrasco, bolo, sorvete, coxinha, pastel, etc - culpando sempre a "ansiedade" (ansiedade pra matar a fome, isso sim).

Passando aos seios (peitaria, como dizem alguns por aí), vi que a mocinha não tinha muito volume nem rigidez na região analisada. Em outras palavras, sua peitaria era pequena e semi caída. Observe-se que essa foi a análise mais difícil, porque eu só podia ver as muxibas quando a moça estava de frente pra mim, o que me exigiu apurada técnica visual. Reprovei-a no quesito, mesmo porque se ela tivesse os seios grandes e duros eu não teria vergonha alguma de ficar secando com cara de tarado.

Cheguei finalmente à região mais fácil de ser examinada: a cabeça. Logo de cara já percebi que os cabelos haviam passado pela famosa chapinha. Suspeitei de profissionalismo no tratamento, porque os cabelos da menina eram realmente bem cuidados, mesmo não passando de um pixaim alisado. Aprovei-a nesse item, pelo capricho e dedicação.

A boca era simples e comum, com lábios de tamanho médio. A análise da dentição restou prejudicada, porque a mocinha usava aparelho. Mesmo assim, reprovei-a nesse item, concluindo que a presença do aparelho só poderia ser fruto de uma dentição ruim.

O nariz, para meu espanto, era horrível. Tinha a forma de um tobogã perigoso, com mais de uma saliência. Fiquei espantado não pela feiura do cabide, mas por não ter notado isso antes. Com certeza, se tivesse visto aquilo ali, nem teria começado essa análise.

Os olhos, por sua vez, não comprometeram em nada. Eram castanho escuros e de um bom tamanho. Como todo mundo, prefiro olhos claros, mas não nego elogios a belos olhos escuros. Esses da guria não eram uma coisa que se diga “minha nossa, como são lindos os olhos escuros dessa garota”, mas perto daquele nariz monstruoso até que passaram bem. Além disso, procurei por lentes de contato e não achei, fazendo-me concluir que sua visão era boa. Ponto pra ela, que não vai obrigar nenhum namorado a ver filmes dublados, a não ser que ela seja uma burra/lerda que não consegue acompanhar o tempo das legendas.

Pescoço, ombros, testa, pele e outras regiões foram todas aprovadas, pois não apresentavam qualquer deficiência aparente. Os braços eram bonitos e de espessura perfeita. As mãos eu não pude analisar com critério, porque o que importa são as palmas, onde ficam eventuais calos nojentos. De qualquer jeito, eu não teria a cara de pau de pedir pra mocinha mostrá-las pra mim. As unhas eram pintadas de cor pérola, bem chique e discreto. Procurei jóias e só vi um bonito bracelete dourado, mas nenhum anel nos dedos. Como odeio anéis, mas curto pulseiras e braceletes, aprovei as mãos.

Ao final de todo o procedimento, saí da papelaria qualificando a mocinha como interessante e atraente, mesmo após constatar várias imperfeições e irregularidades físicas. Não que eu goste de mulher feia, mas acontece que a primeira impressão que tive me fez analisar a moça de forma otimista, sempre esperando coisas boas. Por isso, ao analisar cada parte do corpo da moça, eu ia imaginando e tirando conclusões sobre alguns traços da sua personalidade.

Conclui que a moça era educada, pois falava corretamente, com eloqüência e tinha uma voz delicada, bem feminina. Vendo suas roupas e seus cabelos, percebi que a moça era dedicada e atenciosa, pois havia se produzido bem para um nada glamouroso dia de trabalho na máquina de xerox. Além disso, o que também me impressionou foi que a guria falou apenas o necessário, me atendendo muito bem e sem flertar comigo.

Acho que aí está a fórmula para que as mulheres geneticamente desfavorecidas consigam seus respectivos pares. Portanto, a fórmula é simples: educação, dedicação e discrição. A mulher educada sabe o que falar, quando falar e como falar. Ela não fala asneira e não se intromete nos assuntos alheios. A mulher dedicada sabe que homens apreciam uma boa produção, com vestimenta, perfume, maquiagem e cabelos adequados. E, por fim, a mulher discreta sabe se comportar e se protege das críticas. Ela não permite ser tomada por vulgar e tenta sempre passar despercebida, chamando a atenção apenas por suas qualidades, nunca pelos defeitos.

Eu particularmente quero que tudo isso se exploda. Sinto muito, mas não consigo encarar um pé de homem, um nariz de monstro e uma bunda ossuda. Prefiro uma mulher linda, peituda, bunduda, rica e com doutorado em alguma coisa. Mas não abro mão da discrição. É pedir demais? Ok, então dispenso o doutorado. Como diria o mestre Vinícius de Moraes, “que me perdoem as feias, mas beleza é fundamental”.

17 de jan de 2007

Passado o susto...

"A vítima, ou os familiares, processam o Estado. O Estado, por sua vez, vai processar as construtoras. Estas vão processar a seguradora. É uma escala, mas a responsabilidade primeira é da empresa estatal do Metrô. É uma responsabilidade objetiva, independe de culpa."
Esse é o discurso dos especialistas jurídicos a respeito da tragédia do metrô em São Paulo. Os advogados estão todos em polvorosa com as indenizações que serão recebidas pelos familiares das vítimas. Acho até que alguns ficaram tristes pelo baixo número de vítimas, frente a uma tragédia tão grande. Não penso que é errado processar os responsáveis, mas acho que é muito cedo pra se pensar nisso. Ainda tem gente soterrada lá, pô!!!
Está aberta a temporada de caça às bruxas.

11 de jan de 2007

Apenas um devaneio, mas...

Lembram da Dori, a peixinha esquecida do filme "Procurando Nemo"? Lógico que lembram. Quem não assistiu a esse filme, né? Enfim, a Dori sofria de perda de memória recente. Tudo que aconteceu recentemente ela simplesmente não consegue se lembrar. Quem já assistiu ao filme Amnésia, com Guy Pearce, viu um retrato mais sério e inteligente desse mal.

Porque estou falando sobre isso? Nem eu sei, mas por um instante pensei que seria interessante se todo mundo sofresse desse mal de vez em quando.

Não haveria mais rancor no mundo.

9 de jan de 2007

EXIJO RESPEITO

Estou pra conhecer futilidade que faz mais falta que o tal orkut. No fundo, essa porcaria de site não serve pra nada (tal qual os blogs), mas a gente se dedica pra montar um perfil legal, com toques de humor e inteligência - quase sempre incompatíveis conosco, eu sei - se mata pra fazer uploads de fotos pesadas, e depois acaba ficando nervoso com as inúmeras falhas de acesso, que sempre são culpa exclusiva do servidor. Sinceramente, com a quantidade exorbitante de grana que o orkut fatura com publicidade, chega a ser absurda aquela mensagem de desculpas, culpando a merda do servidor. Eles que se virem e providenciem servidores decente. Não domino muito a área da informática, mas pelo que sei posso afirmar com certeza que há no mundo servidores que suportem o orkut. Com mais certeza ainda, posso afirmar que o orkut tem dinheiro de sobra pra comprá-los. A questão não é servidor, muito menos dinheiro. É o respeito conosco. Nos EUA, dúvido que isso aconteça. Estou puto mesmo. E agora me dá licença que eu vou lá ver se tudo já voltou ao normal.

3 de jan de 2007

Mau presságio???

Caramba, galera!!! o que tá acontecendo??? desde o Reveillon é só chuva. Ainda não vi o sol em 2007. É só garoa, chuvarada e céu escuro. Início macabro prum ano repleto de planejamentos.
Eu, na condição de vampiro doidão, vou permanecer lesado no meu caixão, assistindo uns DVD´s e me entupindo de porcarias calóricas. Quando o sol aparecer, eu volto a trabalhar.