26 de fev de 2007

ULTRAPASSANDO O LIMITE DO RIDÍCULO

Corinthiano é definitivamente um povo ridículo. Há 3 anos, quando a MSI chegou ao timão, nós, torcedores de outros times, fomos obrigados a aturar uma arrogância medíocre, típica de pobre que se vangloria por estar lavando o carro importado do patrão. Pois é...foi justamente isso que aconteceu. A gambazada nunca teve onde cair morta e, com a chegada MSI, eles se acharam no direito de esnobar todo mundo, mesmo estando claro e indiscutível que a parceria seria um grande fiasco.

Pois bem, finalizada a "parceria", o patrão veio pegar seu carro importado e o lavador acabou ficando até sem gorjeta. Agora, o Sr. Alberto Dualib vem até nós, por intermédio do presidente da República, nosso representante legal, pedir dinheiro pra construção de um estádio. Pergunto: Pra onde foi aquela arrogância Corinthiana? Há 3 anos, o Corinthians não precisava de nada nem de ninguém, mas agora vem pedir o meu dinheiro? Eu digo não e espero que o Sr. Lula, nosso mandatário, respeite minha opinião e tenha decência nesse mandato, já que no mandato passado ele deixou a desejar.

Olhem a foto abaixo e dêem boas risadas.

13 de fev de 2007

...

O pessoal que acompanha esse blog aqui já deve estar de saco cheio de posts sobre futebol, com exceção da gauchada colorada fanática (eta gente boa!). Confesso que até eu as vezes me encho do assunto, mas é que ultimamente não tenho feito nada além de trabalhar, assistir futebol, comer e dormir. Até da cachaça, meu amor eterno, eu dei um tempinho. Não é brincadeira, não. Faz 25 dias que não encho a cara. Apenas tomei uns golinhos no ultimo sábado, durante a celebração do casório de um amigo meu, mas não ultrapassei os 500ml de cerveja.
A explicação lógica pra toda essa minha chatice é que Lestat's girl está na área desde 01/02 e ficará me marcando tal qual Diego Lugano até o fim do mês. O lado bom é que estou matando a saudade e já emagreci 5 kilos. Portanto, estou feliz e isso significa que baboseiras politicamente incorretas só serão publicadas a partir de 01/03/2007.
Mas só pra não passar em branco:

SÃO PAULO 3 X 1 CORINTHIANS.

CHUPA GAMBAZADA!!! VAI ROUBAR TOCA-FITA!!!
EÔ..EÔ...TRICOLOR...TRICOLOR!!!

5 de fev de 2007

CORAÇÃO DIVIDIDO

Há tempos, eu venho elogiando as qualidades do Esporte Clube Noroeste, o time daqui de Bauru/SP, minha cidade natal. Também não é novidade que sou São Paulino doente. Pois bem. Ontem meu coração foi posto à prova, pois o meu SPFC veio pra cá enfrentar o Noroeste. A princípio, meu maior dilema foi a escolha da torcida. Em qual lado da arquibancada eu ficaria? lado alvi-rubro, junto dos Noroestinos, ou lado tricolor, junto da minha nação São Paulina? que dúvida terrível. Logo na chegada já fui presenteado pelo destino e consegui gratuitamente um assento na arquibancada neutra, bem no meio das duas torcidas, onde pude torcer apenas por uma bela partida de futebol, sem medo de retaliações de torcedores rivais.
E foi justamente o que aconteceu. Do meu assento, pude assistir a uma das mais emocionantes partidas da minha vida, ouvinto gritos de Bambi sem me sentir ofendido e, pasmem, criticando ferozmente a divindade Rogério Ceni, que realmente faz uma desnecessária e irritante cera. Vi também uma falta primorosamente cobrada por ele, que ironicamente alvejou o travessão Noroestino. Vi o Norusca aplicar uma marcação perfeita e, em certos momentos, encurralar o tricolor com uma troca de passes digna de um time grande. Vi o meia esquerda tricolor Lenilson abrir o marcador, marcando e comemorando um gol contra o time que o revelou. Vi o goleiro Noroestino, Fabiano, fechar o gol e evitar a vitória São Paulina, como também vi o ousado gol de Vandinho, excelente atacante alvi-rubro, que soltou uma bomba pra cima do Rogério Ceni, que nada pôde fazer a não ser pipocar e deixá-la entrar.
No fim das contas, placar de 1 X 1, totalmente condizente com o futebol de alto nível apresentado. O Noroeste, na minha opinião o time mais equilibrado do Campeonato e o São Paulo mostrando que está em franca evolução para a Libertadores/07. Eu, bauruense e são paulino, sai feliz do estádio, porque não vi nenhum dos meus dois times do coração sofrer uma derrota.