24 de abr de 2007

SÃO PAULO 1 x 4 SÃO CAETANO

Já que alguns corinthianos invejosos andam me cobrando, decidi comentar o desastre ocorrido no último sábado, quando o maldito Sr. Muricy Ramalho conseguiu a façanha de perder em casa para o fraco time do São Caetano. É isso mesmo. O São Caetano é fraco. Não vou ficar aqui ressaltando as qualidades do time do ABC, porque na verdade não vejo muitas. De todos os atletas que por lá jogam, o único que considero melhor que o jogador são paulino da posição correspondente é o lateral esquerdo Triguinho. Mesmo assim, só acho ele melhor que o Jadilson, porque ele sequer engraxaria a chuteira do Júnior. Nas demais posições, o SPFC dá show. E só poderia perder mesmo se alguém fizesse besteira. E duas foram feitas: uma pelo André Dias, que, numa falha ridícula, levou um chapéu e permitiu o gol; a outra pelo Muricy, que escalou para um jogo decisivo um zagueiro recém recuperado de lesão, que não jogava há muito tempo, deixando no banco Richarlyson, que ultimamente estava comendo a bola em todas as posições que era escalado.
O Sr. Muricy Incompetente e orgulhoso pra Ramalho, ao deixar o meu São Paulo perder pro São Caetano, conseguiu uma façanha comparável a uma derrota da Ferrari pra uma BAR-Honda. Mas quero esquecer isso, mesmo porque a "super capacitada" cúpula tricolor vai mantê-lo no cargo. Eu havia me proposto a não mais criticar esse energrúmino e vou tentar cumprir o trato, mas, alerto, nunca fiz e pelo visto nunca farei qualquer elogio.
Eis os jogadores:
Rogério Ceni: ainda é uma divindade São Paulina, mas em 2007 ainda não fez nada.
André Dias: Só podia estar bêbado. Levar um chapéu daqueles é coisa de amador.
Miranda e Alex Silva: Esforçados, cumpridores e talentosos.
Ilsinho: O melhor jogador do São Paulo, quiçá do Brasil. Inatacável.
Jadilson: só o Burricy mesmo pra achar este comedor de jabá melhor que o Júnior.
Josué: assim como o Ilsinho, é inatacável. Que falta faz o Mineiro, né?
Hugo: mais um sangue de barata. O Danilo pelo menos era decisivo e ganhava títulos.
Souza: 2 anos enganando torcida e treinadores. A minha paciência acabou. Por mim, esse ia embora junto com o Muricy.
Aloisio: atacante tem que fazer gol, ou pelo menos tentar, senão fica no banco. Mas não esqueço aquele passe pro Mineiro na final do mundial...
Leandro: corinthiano.
Pronto. Aí está minha opinião.
Quanto à Libertadores, São Paulo ainda é um dos favoritos, mas o Muricy tem que deixar o time jogar e parar com essa mania de inventar burrices. Amanhã nem assisto ao jogo contra o Audax Italiano. Vou pro bar.
P.S.: ainda bem que não cornetei muito a eliminação do Inter. A gauchada tá me dando um refresco...rs.

10 de abr de 2007

VIVA A VADIAGEM

Aprendi quando cursava a faculdade de direito que o Brasil é um país laico, ou seja, um Estado que não possui uma religião oficial. Ao saber disso, estranhei muito o feriado nacional de 12 de outubro quando é celebrado o Dia de Nossa Senhora de Aparecida, isso sem falar nos outros feriados católicos. Lembro de ter perguntado ao professor o porque da data, recebendo como resposta apenas uma desconversa sobre a sedimentação de um costume popular, blá...blá...blá, etc. Achei melhor esquecer o assunto, mesmo porque estava evidente que não obteria uma resposta decente.
O tempo passou e hoje, dia 10 de abril de 2007, li na internet que o Vaticano pretende canonizar o frei franciscano Antonio de Sant'Anna Galvão, conhecido apenas como Frei Galvão, no próximo dia 11 de maio, tornando-o o primeiro santo nascido brasileiro.
O grande problema disso tudo é que o Senado Federal aprovou recentemente a criação do Feriado Nacional do Dia de Frei Galvão, que será comemorado no mesmo dia de sua canonização, ou seja, 11 de maio.
Eu que há muito tempo já questionava a contradição de haver diversos feriados eminentemente católicos num país laico, finalmente consegui entender a situação. A verdade pura e simples é que, ainda que esteja impregnado de influência católica, o Brasil é sim um país laico, sem religião oficial. O detalhe que eu não levei em conta é que a nossa brava gente brasileira - seja ela católica, protestante, espirita ou budista - não passa de uma trupe de vagabundos preguiçosos, que odeia trabalhar e sempre vai ser simpática à criação de feriados nacionais, sejam eles de cunho religioso ou não.
Definitivamente, tenho certeza que nasci no país errado.

5 de abr de 2007

FELIZ PÁSCOA

Que todos tenham muita paz e muita felicidade nessa data santa. E lembrem-se: o coelho é o mascote da páscoa por ser um símbolo de fertilidade. Cá entre nós, a coelhinha aí de cima me inspira muito mais fertilidade que um bichinho peludo idiota que come alface o dia inteiro e não vem quando a gente chama.

2 de abr de 2007

MEU AMIGO HULK

Porte físico, estética, higiene pessoal, temperamento inconstante, etc... Em muitos aspectos, nosso querido amigo Negro Drama se assemelha ao herói verde da Marvel. Mas a semelhança mais importante está no quesito "bom coração".
Pode até parecer viadagem, eu não me importo, mas esse foi o melhor meio que encontrei de fazer as pazes com um grande amigo. Valeu, véi...