28 de fev de 2008

SOLTEIRO CONVICTO

Medo de compromisso é o escambal. Pra quem já ficou amarrado quase 08 (oito) anos num pseudo relacionamento, manter um namorico é fácil.
O problema é que namoricos não me atraem. Porque namoricos só servem pra stressar. Você tem os duros deveres de um namoro, mas fica com os benefícios pequenos e insatisfatórios de um mero rolo.
Quero uma relação arrebatadora, com uma mulher estonteante, que me tome os pensamentos e me domine a alma. Intimidade, fidelidade e cumplicidade num nível máximo.
Já disse pra alguém uma vez que pretendo viver pra alguém que também viva pra mim. Minha interlocutora considerou aquilo um absurdo ultrajante. Foi justamente nesse momento que percebi que ela não era a mulher certa e, com o passar do tempo, percebi que ela nunca será mesmo.
Mas, voltando ao foco, o fato de querer uma relação arrebatadora não significa que eu queira isso agora. Principalmente, porque Milady me tirou o peso da consciência e conseguiu me convencer que ser um trintão solteiro não tem nada demais.
Aliás, pensei muito nisso ultimamente e conclui que as mulheres boas se casam cedo, o que torna minha busca mais dificil. Mas o tipo de mulher que eu quero pra mim é raro mesmo. Então, a dificuldade vai existir de qualquer modo. Por outro lado, como as mulheres boas se casam cedo, a maioria das que ficam solteiras e disponíveis é justamente o tipo de mulher que atualmente mais me interessa.
Felicidades aos comprometidos, porque, até que apareça uma mulher que valha à pena, eu continuarei titular - e aspirante a capitão - no time dos solteiros convictos. E tenho dito!

20 de fev de 2008

SUPER-HOMEM

Lembram do filme Super-Homem 2? Nesse filme, o Super-Homem se rebaixou e se tornou um ser humano comum. Ele entrou naquela câmara de cristal e abriu mão de todos os seus poderes. Tudo por causa do amor que sente pela Lois Lane. Ele percebeu que não poderia ter uma relação verdadeira, sendo infinitamente superior à sua amada. Percebeu também que ela nunca conseguiria se elevar ao seu nível. Portanto, só se rebaixando e se anulando para aquele amor ser possível.
O que aconteceu então? Desastre. Ele se fudeu e se arrependeu. E ainda por cima levou um cambal de um cara num bar. A Lois Lane com certeza viu aquilo e pensou: "Que bichona...eu gostava mesmo era do homem de aço, não desse cuzão que já apanha na primeira treta que arruma num bar".
O problema é que "com um grande poder, vem uma grande responsabilidade" (essa frase é do homem-aranha, eu sei, mas encaixou perfeitamente no meu raciocínio). Então, quando ele viu a Terra em perigo e teve a certeza que ninguém mais poderia ajudar, não vacilou e quis seus poderes e sua superioridade de volta. Mais uma vez se fudeu, porque como tinha aberto mão de seus poderes , teve que ir a pé até sua casa no pólo norte. Mas conseguiu, provando que mesmo sem seus poderes, ainda tinha personalidade e determinação superiores.
Assim, depois de sofrer uma barbaridade, conseguiu retomar seus poderes, reassumindo sua condição de ser superior e, dotado de toda sua bondade e altruísmo, cumpriu sua missão nesse planeta e garantiu a segurança dos humanos.
Lois Lane acabou ficando sozinha, fadada ao platonismo, mesmo porque acabou confessando que não conseguiria dividir o amor da sua vida com o resto da humanidade.
E o Super-Homem continuou com sua sina de servir à humanidade, fadado à solidão, mesmo porque a mulher que ele ama nunca alcançará seu nível.

17 de fev de 2008

IMORTAL OU IMORAL ?

Tenho andado muito preocupado com a minha saúde. Recentemente, duas pessoas relativamente próximas a mim, infelizmente, faleceram. Uma de câncer, aos 44 anos de idade. A outra, pasmem, enfartou, aos 28 anos de idade. Não vou nem questionar os hábitos diários dos dois, porque tenho certeza que os meus são infinitamente piores.
Pior mesmo é que hoje eu encontrei na internet um teste que mostra qual a sua expectativa de vida. Após você responder algumas perguntas sobre sua vida e rotina diária, é informado quantos anos você vai viver.
Para meu espanto, descobri que a minha expectativa de vida é de apenas 40 anos. Então, a partir de agora, eu vou pra cima da mulherada sem dó nem piedade. O tempo é escasso e há muita mulher gostosa por aí, pedindo pra ser traçada.
Na verdade, eu sempre acreditei que viver com medo é viver pela metade e também que um dia vivido intensamente vale por dois. Portanto, minha real expectativa de vida é de 80 anos. Pra mim, tá bom. Vamos à caça...
Quer saber sua expectativa de vida também? Faça também o teste.

11 de fev de 2008

CITAÇÃO GENIAL

"Um brinde ao álcool: a causa e a solução de todos os problemas da vida." (Homer Simpson)

7 de fev de 2008

O CÃO RAIVOSO

Um cachorro me mordeu. Fiquei puto e armei um chute pra me vingar, mas não tive coragem. Olhei bem pro animal e percebi que não tinha motivo algum pra sentir raiva dele. Afinal, o que mais um cachorro sabe fazer? Quando o latido já não basta, ele começa a morder. Tentei entender as razões do bicho, mas conclui que não há razões nas atitudes dos irracionais. E mesmo que houvesse, convenhamos: levar uma vida de cão deve deixar qualquer um furioso, né?
Eu, racional que sou, tenho a obrigação de perdoar os que agem por extinto. E é isso que fiz. Relevei a mordida do cachorro, mas com certeza não me arriscarei mais perto dele. Entendi que aquela mordida foi consequência da irracionalidade daquele animal, mas doeu pra caramba. Quando ele parar de morder os outros, volto a me aproximar dele. Até porque, quando ele parar de agir por extinto, não mais será o animal irracional que sempre foi.

6 de fev de 2008

BALANÇO DO CARNAVAL 2008


DIAS DE FOLIA: 04 (quatro)
HORAS DORMIDAS: nem 12 (doze) horas ao todo.
BEBIDA: até onde consegui calcular, uma média de 10 (dez) litros diários de bebida.
MULHERES: 04 (quatro), sendo 03 (três) gatíssimas e 01 (um) tamborzinho de abre alas, só pra tirar a uruca.
TRETAS: graças a Deus, 0 (zero).
JUCADAS: 02 (duas) apenas, no sábado e no domingo.
QUEDAS: 0 (zero)
DESNUDAMENTOS PÚBLICOS: 0 (zero)
MULTAS DE TRÂNSITO: 01 (uma)
GORDURA ADQUIRIDA: 3,5 Kg (três quilos e meio)

CONCLUSÃO: Suil, Armand e Sascoalp - sem vocês, o carnaval é medíocre. Com o Quarteto Fantástico reunido, tenho certeza que os números acima seriam bem maiores. Ano que vem, com Armand de reforço, melhorarei minhas marcas.