17 de fev de 2009

O SANATÓRIO GERAL VAI PASSAR

Chega de stress, chega de discussão por causa de futebol, dinheiro, mulher, trabalho, etc. Chega de trânsito e fila de banco. A partir de agora, só quero saber de alegria. Estamos a menos de 05 dias do Carnaval e eu quero cair na folia.
O São Paulo empatou com o Corinthians e eu até gostei, porque ninguém vai ficar enchendo com esse papo durante a farra. O clima de amizade e alegria vai reinar.

Vamos beber, dançar, dar baixaria e pegar muita mulherada. Porque É CARNAVAL!!! Teremos 04 dias pra aliviar todo o stress do ano. Quero me alienar na cachaça mesmo. Não quero nem saber. Vou esquecer os problemas políticos do meu país. Esquecer a violência e a corrupção. Vou me concentrar apenas na bebedeira e nas gatinhas. Meu figado está se renovando do porre do último final de semana e tudo indica que estará novinho até a primeira noite de festa.
Na prova da pegação, Armand será meu desafiante esse ano, porque no ano passado o bundão ficou namorando e eu praticamente não tive concorrência. Mas esse ano a competição não será fácil. Teremos um novo elemento na folia conosco. Ele atende pela alcunha de "Redondo". Um cachaceiro nato, que bebe igual um gambá, mas pega muita mulher. Só espero ter competência e alguma lucidez pra fazer frente a tão valorosos oponentes.
ALEA JACTA EST.

11 de fev de 2009

QUERO SÓ VER

Do LANCEPRESS!

CORINTIANOS SE MOBILIZAM PARA LOTAR NUMERADA

Torcedores planejam aumentar número de corintianos no clássico de domingo

A liberação de apenas 10% da carga de ingressos para a torcida do Corinthians no clássico diante o São Paulo, domingo, no Morumbi, não foi bem aceita pelos torcedores corintianos. Além de render nota oficial por parte do próprio Corinthians criticando a atitude da diretoria são-paulina, a Fiel também promete fazer a sua parte.
(...)
Calculando apenas a porcentagem dos ingressos para o setor de arquibancada que o Corinthians terá direito, cerca de 6.800 corintianos devem acompanhar o clássico válido pela oitava rodada do Campeonato Paulista. Caso os corintianos venham a adquirir ingressos também nas numeradas vermelhas, o número pode subir para quase 10 mil torcedores.
(...)
Os torcedores do Alvinegro que comprarem as entradas para o setor terão de carregar no bolso uma homenagem ao título brasileiro do Tricolor. O ingresso para o clássico abre série especial e é ilustrado com a marca Tri-Hexa.

COMENTÁRIO DO BLOG: Pelas minhas contas, serão 3.200 bicões corinthianos na arquibancada numerada do Morumbi, junto de mais de 20.000 são paulinos. Então, a conta dá aproximadamente 06 playboys são paulinos para cada mano corinthiano ali na numerada. Será que algum gambá vai comemorar se o Corinthians fizer um gol???

10 de fev de 2009

AOS AMIGOS, TUDO. AOS INIMIGOS, A LEI.

JUVENAL CONFIRMA: TIMÃO SÓ FICARÁ COM 10% DOS INGRESSOS PARA O CLÁSSICO

Presidente do São Paulo diz que vai cumprir o que está previso na lei. Corintianos terão direito a apenas 6.800 bilhetes para a partida do dia 15

Carlos Augusto Ferrari - São Paulo
(...)
"A capacidade atual do estádio do Morumbi é de 68 mil pessoas. Assim, o Timão terá direito a apenas 6.800 bilhetes. Na semana passada, o presidente Andrés Sanches prometeu responder caso o São Paulo confirmasse a quantidade.
- Há estádio que não tem nem 10% para me fornecer. Quando o jogo é no Pacaembu, nos dão o tobogã. Quando é no Palestra Itália, é só contar para ver se tem 10%. Na Vila Belmiro é a mesma coisa. Não é só para o Corinthians que estamos fazendo isso. É para todos – acrescentou.
Juvenal Juvêncio, aliás, não teme que a atitude possa causar um mal-estar entre São Paulo e Corinthians. O Timão é o clube que aluga o Morumbi para mandar seus jogos.
- Segundo o (Andrés) Sanches, ele gosta muito de jogar aqui (Morumbi). E até prefere. Também não é difícil perceber porque ele quer jogar aqui e não em outras (risos) – completou o dirigente."

COMENTÁRIOS DO BLOG: Se dependesse apenas dos são paulinos, não seriam concedidos nem esses 10%. Mas eu já soube que o presidente dos gambás prometeu retaliar. Então, no próximo clássico Corinthians X São Paulo, lá no Pacaembu, os torcedores do SPFC terão apenas 10% dos ingressos. Essa atitude vai gerar uma perda enorme de renda pra eles, pois o Morumbi tem o dobro da capacidade de público do Pacaembu. Mas o que importa para o Andrés Sanchez é a torcida e não dinheiro (rs...). Só pra finalizar, arrisco dizer que, quando o estádio da gambazada ficar pronto, nenhum são paulino vai se interessar pelo local. Abaixo, segue o projeto da Arena Corinthiana.

6 de fev de 2009

USEM A IMAGINAÇÃO


Acabei de receber essa foto por e-mail e decidi postar aqui no blog. Acho que aquela famosa frase de que "seria trágico se não fosse cômico" nunca se encaixou tão perfeitamente numa situação.
A brincadeira então é a seguinte: comentem esse post, sugerindo o que a mãe e o filho poderiam estar dizendo ou pensando nesse momento. Segue abaixo o que eu imaginei:
MÃE - Cadê meu chocolate, moleque guloso? Já faz meia hora que eu almocei e ainda não comi nada depois disso. Se você comeu, pode tratar de por pra fora.
FILHO - Puta que pariu...depois de duas pratadas de feijoada, ela vai implicar comigo por causa de um chocolatinho???

3 de fev de 2009

VOLTA ÀS AULAS

Ontem foi o meu primeiro dia de aula. Depois de 06 anos sem passar perto de uma sala de aula, finalmente voltei pra labuta estudantil. Nervosismo, ansiedade, calor, fome, sono e um pouco de inveja dos amigos que estavam no bar se embriagando.
Logo de cara, percebi que meu curso em nada se assemelha aos colégios e universidade que frequentei, a começar pela sala de aula, onde haviam no máximo umas 20 carteiras e apenas 03 alunos. Outro detalhe com o qual terei de me acostumar é a ausência de professor, pois as aulas são ministradas por vídeo-conferência, ou seja, fazer uma pergunta se tornou algo tão complicado que ficou mais fácil tirar a dúvida sozinho na biblioteca. Ainda por cima, o ar condicionado estava desligado e o calor infernal, o que tornou ainda mais "gratificante" o fato de haver 03 machos na sala e nenhuma mulher.
Mas eu não desanimei e mantive meu ímpeto acadêmico, mesmo depois de perceber que também havia esquecido de levar um caderno e uma caneta. Isso, em particular, foi embaraçoso. É realmente muito distraído, pra não dizer estúpido, quem já no primeiro dia de aula esquece de levar caderno e caneta.
Mas, mesmo com tantas novidades na rotina estudantil, houve também um clima de nostalgia, porque o babacão aqui bateu o carro no sábado e teve que ir a pé já no primeiro dia de aula, igualzinho ao que ocorria durante os 05 anos da faculdade que cursei. Ah, que "saudade"...
Resumindo, na minha volta às aulas eu passei calor, fome, sono, ansiedade, vergonha, raiva e muita sede. É bem aquilo que todo mundo diz: Vida de estudante é foda.