1 de mai de 2007

SÃO CAETANO 2 X 0 SANTOS

E eu chamei declaradamente o São Caetano 2007 de time fraco. Que coisa não? vai ver o Paulistão/2007 é o debute de um time forte e competitivo recém formado. Pena que vai disputar apenas a série B do Brasileiro. Será que na série A faria bonito também?

Esse time do Santos, pra mim, sempre foi fraco. Pode até virar esse placar e ser campeão, mesmo porque eu ainda não estou convencido da qualidade do São Caetano, mas é um time fraco, que ataca muito e se protege pouco. Time desequilibrado, que conta com um fator positivo importantíssimo: Wanderley Luxemburgo.

SÃO PAULO x GRÊMIO

O mínimo que o São Paulo pode fazer é ganhar o jogo amanhã. Vencer é obrigação, mas pra ter alguma chance de classificação, tem de ser pelo menos de 2x0. Não que os azuizinhos sejam grande coisa, mas sempre devemos levar em conta o fator Burricy Ramalho. Lá no Olímpico serão outros quinhentos.

Sem falar que agora contamos com todo o apoio da torcida colorada. E isso não é pouca coisa não. Os caras são fanáticos e doentes tanto por vitórias do Inter, quanto por derrotas do Grêmio. Parafraseando nossos amigos gaúchos: O TRICOLOR TÁ CHEGANDO, PORRA!!!

SEMELHANÇAS

Há dois anos, um técnico talentoso e turrão deixava o São Paulo Futebol Clube, pra cumprir uma "promessa" no Japão. Em seu lugar, surgiu Paulo Autuori, recém desligado da seleção peruana. Resultado: papamos a Libertadores e o Mundial Interclubes 2005.

Maio de 2007. Paulo Autuori acaba de se desligar do Cruzeiro e está sem time pra comandar. Bem que o Muricy poderia arrumar uma promessa pra cumprir, né? O Autuori foi feito sob medida pro São Paulo. É a única coisa que precisamos para papar os três títulos que ainda disputamos em 2007. Oxalá, 1000 vezes...

DAGOBERTO

Não gosto do Leandro, confesso. Acho ele um jogador estilo corinthiano, de pouca técnica e muita raça. O Dagol está treinando em seu lugar. Ao que tudo indica, vai ser titular contra o Grêmio amanhã. Será que já é a hora certa? há quanto tempo o Dagoberto não joga? ainda mais um jogo decisivo, contra um time grande e tradicional como o Grêmio? E que não se faça comparações ao caso Amoroso, porque o que aconteceu em 2005 foi uma exceção excepcionalíssima, dessas que acontecem apenas em times campeões. Será...?

Eu manteria o Leandro pelo menos no primeiro tempo, mas com certeza trocaria o Hugo pelo Lenilson. Ah, manteria o Souza também, porque não temos um meia direita melhor na reserva. Talvez o Hernanes, mas aí caímos na mesma questão Dagol/Leandro. Todas essas dúvidas serão solucionadas pelo gênio, sábio, humilde e modesto Muricy Ramalho. Já estou rezando muito...

Nenhum comentário: