17 de nov de 2010

EU LEMBRO BEM...


Em 28/01/2008, o Adriano Imperador (ainda no SPFC) fez a mesma coisa num clássico contra o Corinthians pelo campeonato paulista, mas estava cabeceando ao ataque e conseguiu marcar o gol. Houve uma dividida no ar com o zagueiro Willian, que deu a mesma migué que o Ronaldo e se atirou ao chão. A interpretação do juiz, pra variar, foi favorável à gambazada.
Deve ser triste contar com roubalheira da arbitragem até em campeonato paulista. Pra mim, se o título brasileiro ficar com o Corinthians mesmo, vai ter o mesmo peso que aquele mundial de 2000, que tem o mesmo peso de um campeonato equatoriano, peruano, venezuelano, etc...ou seja, só tem valor entre os torcedores do time campeão.
Comemorem à vontade, gambás, porque o respeito e o reconhecimento dos adversários derrotados, a verdadeira glória do campeão, vocês nunca terão.

Ou algum corinthiano questiona as Libertadores de Palmeiras e São Paulo???

14 comentários:

Anônimo disse...

É histórico. A gambazada só saiu da fila em 77, após 23 anos sem títulos, com um dos maiores apitos amigos de todos os tempos, assoprado por Dulcídio Wanderley Boschilia. E ELES TEM ORGULHO DESSE ACONTECIMENTO! Na terceira partida (!) da final esse árbitro, aos 13 minutos do 1º tempo (!), num lance tão ridículo quanto o penalti do Ronaldo, expulsou Rui Rei, craque da Ponte Preta na ocasião. E o esquema gambá foi tão absurdo que o Rui Rei, dias depois, foi contratado pelo Corinthians. Sem chance mesmo, compraram o Autor e o Réu, pra não ter dúvida!

Pascoal disse...

O Campeonato Brasileiro está no fim, o São Paulo não é o protagonista – e sim o Corinthians, para desespero dos bambis. O Flamengo, então, nem se fala. E o Cruzeiro, bem, o técnico do Cruzeiro é o Seu Cuca. Para estes que estão alijados da disputa e morrendo de medo de verem um tradicional rival levantar a taça, o comportamenteo de mau-perdedor se aflora em cada comentário. Ou melhor, em cada pênalti marcado ou em cada bom resultado do adversário que lhes causam repulsa, desgosto e – por que não? – inveja.

Não gosto de falar de arbitragem. Morro de preguiça disso. Mas, nos últimos dias nenhum debate desportivo se atém a detalhes técnicos ou esportivos dos jogos em questão. Todos cravam, com uma segurança de informação que nenhum repórter investigativo conseguiu comprovar até hoje, que o Sandro Meira Ricci foi comprado. Que o Carlos Simon está vendido. A vida dos secadores é cômoda: pênalti pro Corinthians? Favorecimento por conta da amizade com a CBF (que, curiosamente, falhou na derrota para o Atlético-GO e no empate com o Ceará, há pouco mais de um mês). ontem).

Sobre o lance de sábado, o curioso é que, apesar da gritaria geral (“certeza que o Sandro Ricci foi comprado” e outros tradicionais choros de grande impacto), lendo blogs de comentaristas que respeito – alguns mais outros menos – não vejo nenhuma teoria conspiratória cravada sobre a questão. Alguns, como o Blog do Quesada , Juca Kfouri e Marcondes Brito , concordam com a marcação e até elogiaram o Sandro Ricci. Outros, como Ilan House , Lédio Carmona, e Blog do Rica Perrone , acham que não foi pênalti, mas, mesmo estes, não se aventuram a cravar que houve roubo escancarado. O Victor Birner fica no meio do caminho e diz que, apesar de o lance poder ser considerado pênalti, ninguém marca pênalti nesse tipo de lance. Mas ainda complementa dizendo que o Sandro Ricci é conhecido por sempre marcar pênaltis. O azar dele é que agora, nas últimas rodadas, tá todo mundo de olho.


Saber perder é uma qualidade cada vez mais escassa. Ser relegado a coadjuvante, então, é algo que deve doer a alma. Situação nova, que muitos companheiros não sabem como lidar.

Saudações.

Cala a boca gambá maldito disse...

"Para mim, o choque não tira Ronaldo da jogada. É a minha interpretação. Não há pênalti."

(Paulo Vinícius Coelho, o PVC da ESPN Brasil)

Confiram a íntegra da opinião em
http://espnbrasil.terra.com.br/pauloviniciuscoelho/post/159872_A+CRISE+DA+ARBITRAGEM+DA+AUTORIDADE+E+DO+BOM+SENSO+NO+FUTEBOL+BRASILEIRO

Pascoal disse...

Opa, li o blog do PVC, acho que preciso de óculos (na verdade preciso mesmo, mas não é esse o ponto) pois não achei onde ele disse que existe uma robalheira premeditada para ajudar o Timão.

Favor copiar essa parte do texto e postar aqui tricolor maldito.

Andrade disse...

Pascoal tem razão.

O Juca Kfouri disse que foi penalti, assim como o o Dr. Osmar e o Neto. Até o Chico Lang disse que foi penalti.

Caso encerrado!

Andrade disse...

E como já disseram no post anterior:

"E não falo só do penalti ridículo no gordo (aquilo foi a cereja do bolo), teve impedimentos absurdos marcados contra o Cruzeiro e se o safardana do juiz viu aquele penalti no gordo não é possível que ele não tenha visto nenhum no Thiago Ribeiro ou aquele no Wellington Paulista."

MAIS UM TÍTULO COM ASTERISCO PROS GAMBÁS.

DEPOIS A GAMBAZADA NÃO SABE PQ NUNCA GANHARAM UMA LIBERTADORES...

LÁ O QUE VALE É O FUTEBOL, SEUS BOSTAS!

TOSTÃO disse...

Os Zé-Regrinhas

Cada vez mais, os árbitros brasileiros decidem as partidas, com a aprovação de muitos comentaristas.

Cada vez mais os jogos no Brasil são decididos pelos árbitros. Pênalti é tão decisivo, que só deveria ser marcado quando houvesse certeza. Dizer que falta fora e dentro da área são a mesma coisa, porque a regra não faz essa distinção, é uma visão operatória e ingênua.

Foi mais um pênalti virtual. No momento do lance, raríssimas pessoas acharam que foi pênalti. Depois de assistir ao lance mil vezes, comentaristas, ex-árbitros ou não, e seus milhões de seguidores passaram a valorizar o que não tem nenhuma importância. A câmera lenta, nesses casos, atrapalha mais que ajuda.

Querem transportar a regra para o lance. É o contrário. Temos de observar primeiro e depois confirmar se o que vimos está na regra. Seria como um médico diagnosticar a doença pelo que leu, e não pelo que viu. As pessoas estão perdendo a capacidade de observar. São os Zé-Regrinhas. Adoram regras, que decidem para eles.

Ricardo Oliveira a inveja mata disse...

O corinthians ganhou do são paulo roubado, rsssss...ahh....e do palmeiras também....ahhh e dos santos também....ahhh e do fluminense também......affff ou o timão é muito rico e compra todo mundo ou todo mundo é pobre é se vende, affff....cala a boca, vai, vá se fuder....

Pascoal disse...

Iva marto on uc.

Acho normal esse celeuma toda, os times pequenos sempre acham que foram prejudicados contra os times grandes.

Time pequeno é foda mesmo.

Ahh, e o Felipão e o Carpegianni devem estar comprados também, pois, os dois também consideraram penalti o lance.

Crianção disse...

QUEM JÁ GANHOU UMA LIBERTADORES PÕE O DEDO AQUI!!!

Anônimo disse...

Ok, então não houve compra de resultado e em 2005 foi tudo um mal entendido.

Hoje, em 2010, houve apenas erros de arbitragem que favoreceram o corinthians na hora certa. Nada planejado. Pura sorte. Sorte de campeão.

Faça-me o favor...

Pascoal disse...

Favor pesquisar sobre a compra de resultados de 2005 antes de vomitar asneiras.

Falar merda, parece o esporte preferido dos atuais comentadores do Blog.

Pascoal disse...

Ps, esse anônimo, deve ser a mesma anta que fez o primeiro comentário sobre o título de 77.

Favor pesquisar o outro assunto também, para elevar o nível do debate.

parelli disse...

PQP!!! Quase um ano que eu não entro neste blog e quando entro não tem uma mulher pelada?!

Pelamordedeus!!!