19 de abr de 2012

NOITADA PRODUTIVA

Foto meramente ilustrativa da gatinha presente
É meia noite, estou numa festa de ap com um amigo e duas garotas, uma gatinha e uma gordelícia. A gatinha já está esquematizada com seu amigo e eu, que nem pensava em comer alguém, acabo sendo surpreendido com flertes do tamborzinho ali presente. Situação normal, pelo menos pra mim, que vivo por aí nas noitadas, em situações como essa.  Mas o amigo está devagar demais, dando mais importância para o sarau que estava rolando do que para a gatíssima que só faltava pular no colo dele. Eu, vendo tudo aquilo acontecer e tentando me concentrar para não fazer ou falar merda, acabo recebendo e aceitando um convite da adiposa para ver uns vídeos no computador do quarto. Aliás, é importante esclarecer que a gordelícia era uma garota realmente interessante, bonita, bem vestida e inteligente. Os vídeos até rolaram na tela do computador, mas eu não vi um sequer. Foi entrar no quarto e o rala e rola já teve início, com performance cinematográfica desse que vos fala. Esse aspecto merece um adendo, pois gordelícias sempre proporcionam performances memoráveis.
Finalizado meu assunto, voltamos à sala onde havíamos deixado meu amigo e a gostosa, quando percebi que nada havia acontecido. A cena era exatamente a mesma de uma hora antes, ou seja, meu amigo enrolando um cigarrinho de palha, daqueles normalmente consumidos por caipiras que têm glaucoma, e a gatinha tomando uma cerveja com cara de impaciente.
Aí que a situação ficou interessante, porque a minha memorável performance foi relatada à gatinha, que na hora percebeu que o melhor caminho para o orgasmo passava longe do meu amigo e, assim sendo, passou a flertar também comigo. Ela já estava trêbada e, portanto, aberta a várias possibilidades, diga-se de passagem.
É isso mesmo galera...após ter finalizado a gordelícia com honras, fui brindado com pedradas da gostosa. Tive a impressão que conseguiria algo mais interessante se meu amigo não estivesse ali, mas não quis prolongar o assunto e bati em retirada o quanto antes, na certeza de que tudo se resolveria entre meu amigo e ela.
Hoje, após acordar de ressaca, encontro a gostosa no chat do facebook e recebo duas notícias: 1ª - nada aconteceu com meu amigo, que ficou só ouvindo reagge sem tomar qualquer atitude até o dia amanhecer; 2ª - estou convidado para o próximo sarau, desde que vá sozinho.

Quando será esse próximo sarau? acompanhem o blog e descubram.

7 comentários:

Camarada disse...

Bem, pelo jeito tá solteiro de novo... Vai com calma, vai com CALMA...

Anônimo disse...

Em tempo: essa suposta gordelícia é daquelas que tem que pesar na balança da Expo?

Em tempo 2: desde quando vc tem uma benga para encarar as profundezas de uma gordelícia????

Lestat disse...

a estória é ficticia...nao me compliquem, seus fdp...pelo amor hein...rs

Lionel Messi é um pipoqueiro disse...

1 – Diante da nota oficial divulgada no último dia 18.04.2012 pelo SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE (“São Paulo”), o atleta OSCAR EMBOABA JUNIOR (“Atleta”) reafirma, como já o fez inúmeras vezes e inclusive em público, a sua vontade de permanecer no SPORT CLUB INTERNACIONAL (“Internacional”), não tendo qualquer desejo de restituir ou manter seu vínculo com o São Paulo.

2 – A comunicação do São Paulo de que unilateralmente e por liberalidade passaria a depositar ao Atleta o valor do salário que este percebe no Internacional já é de imediato negada e recusada pelo Atleta, que, repita-se, não deseja manutenção de qualquer vínculo com o São Paulo, tendo inclusive manifestado nos autos do processo em que litiga com o clube, a sua vontade de permanecer no Internacional, ainda que sujeito ao pagamento de cláusula penal contratual, dentro dos limites e calculada pelos parâmetros legalmente previstos.

3 – O ato unilateral por parte do São Paulo de majorar o salário do Atleta sem consentimento deste é inclusive ilícito, tendo em vista que o artigo 468 da Consolidação das Leis do Trabalho veda expressamente a alteração contratual que não ocorra por mútuo consentimento das partes, ainda que benéfica ao trabalhador, quanto mais aquelas que possuem claro objetivo de impor grave prejuízo ao trabalhador, como é o caso.

4 – De fato, a despeito de sugerir que passará a depositar na conta do atleta o mesmo salário que atualmente recebe de seu atual empregador, o Internacional, como forma de livrá-lo de “pressões” e para que não tenha “prejuízo patrimonial”, a real intenção do São Paulo Futebol Clube, de forma totalmente abusiva, reprovável e reveladora da mais absoluta má-fé com que age o clube, é forçar uma improvável interpretação jurídica quanto ao aumento da cláusula penal, que seria contabilizada tendo por base os valores percebidos pelo Atleta, o que geraria, unicamente, prejuízo ao trabalhador que deseja unicamente se desligar do São Paulo. Tal comportamento do São Paulo revela, mais uma vez, o abuso praticado pelo clube e o desrespeito ao atleta de futebol, ao trabalhador e ao ser humano Oscar.

Justiça libera Oscar para o Internacional, e meia pode até atuar no domingo disse...

8===O no (*) do SP

NEYMAR o cara disse...

Fraco. Muito fraco. Fraquíssimo. Seu Paulo? São Paulo? Sem Paulo? Sei lá! Não conheço.

NEYMAR disse...

Contra quem nós jogamos ontem? Tava meio mau ainda em razão da recente viagem para a Bolívia. Era o Botafogo de Ribeirão Preto?