3 de nov de 2011

GIGANTES DE AÇO


Galera, gastem suas economias, abram mão da cerveja do fim de semana ou até peçam uma esmolinha na rua, mas não deixem de ver esse filme no cinema. É diversão de primeira. Para se ter uma idéia, usaram a mesma tecnologia dos filmes dos Transformers, mas agora os robôs não tem personalidade e são comandados remotamente por um humano, ou seja, não trazem qualquer risco para a humanidade. Aliás, a ideia é totalmente inversa, pois os robôs foram criados exatamente para duelar num ringue de boxe no lugar dos seres humanos, que foram excluídos do esporte em razão do sempre crescente apelo popular por violência explícita. Nesse ponto, há até uma breve crítica aos MMA´s e UFC´s, mas nada direto até porque não é um filme político. É infantil e inteligente, fantasioso e realista, emotivo e emocionante. Até achei que fosse produção da Disney. Quem seguir meu conselho e vir o filme no cinema vai sair com a sensação de ter 12 anos. Ah, e pra garantir tudo que eu estou falando, saibam que a produção é do Steven Spielberg, o crianção genial de Hollywood.

Nenhum comentário: