26 de out de 2010

VERGONHA ALHEIA NÍVEL 5

Competidores têm cerca de 2 minutos para simular ato sexual.
Performance pode incluir encontro, preliminares e relação sexual.
 
A cidade de Nova Orleans (EUA) promove nesta quinta-feira uma competição de "air sex". Até agora, segundo o site oficial do evento que se autoproclama Campeonato Mundial de "air sex", já foram realizadas 20 etapas, a última na segunda-feira em Santa Fé, no Novo México (EUA).

De acordo com o regulamento do campeonato, os competidores têm cerca de 2 minutos para simular um ato sexual. A performance pode incluir todas as fases, como encontro, sedução, preliminares e relação sexual. Mas quem preferir pode ir direto ao ponto.

COMENTÁRIO DO BLOG: Aqui, qualquer desportividade é prestigiada, mas, esse cara da foto aí acima parece que está mamando uma air rola e tomando outra air rola na bunda ao mesmo tempo. Além de tonto, é gay. De qualquer modo, procurei vídeos dessa idiotice no youtube e ri bastante. Espiem só:

Um comentário:

Carlos disse...

Já inventaram outra competição:

Alunos universitários agridem colegas da Unesp em "rodeio de gordas"
-----------------------------------
Roberto Negrini, estudante do campus de Assis, um dos organizadores do "rodeio das gordas" e criador da comunidade do Orkut sobre o tema, diz que a prática era "só uma brincadeira".

Segundo ele, mais de 50 rapazes de diversos campi participavam. Conta que, primeiro, o jovem se aproximava da menina, jogando conversa fora --"onde você estuda?", entre outras perguntas típicas de paquera.

Em seguida, começava a agressão. "O rodeio consistia em pegar as garotas mais gordas que circulavam nas festas e agarrá-las como fazem os peões nas arenas", relata Mayara Curcio, 20, aluna do quarto ano de psicologia, que participa do grupo de 60 estudantes que se mobilizaram contra o bullying.

No Orkut, os participantes estipulavam regras para futuras competições, entre elas cronometrar as performances dos "peões" e premiar quem ficasse mais tempo em cima das garotas com um abadá e uma caneca. Há relatos de gritos de incentivo: "Pula, gorda bandida".