7 de jun de 2011

X-MEN PRIMEIRA CLASSE


Filmaço, galera. O roteiro faz um enquadramento perfeito do início da causa mutante no período histórico da Guerra Fria, inclusive mostrando como os governos russo e americano utilizaram e temeram os mutantes e seus poderes.
Mais uma vez, como em todos os filmes baseados em HQ´s Marvel, houve mudança nas histórias e mescla de personagens não contemporâneos entre si. Mas creio que esse uso de liberdade artística objetive tornar os roteiros interessantes e divertidos. Afinal, a grande maioria das pessoas que vão ao cinema leram quase nada de quadrinhos e só conhecem as informações dos filmes.
A única crítica, que nem chega a ser uma crítica, apenas uma frustração pessoal, é sobre a história do Magneto, que não é contada inteiramente. Há apenas algumas informações vagas da sua infância e de repente ele já aparece adulto, fantástico como sempre.
Isso me fez ter esperança na produção de um próximo X-Men Origens, exclusivo pra contar a história do melhor de todos, Max Eisenhard, Erik Magnus Lehnsherr, ou simplesmente Magneto.

Nenhum comentário: