12 de jul de 2010

É ASSIM QUE SE FAZ

A estréia foi frustrante, mas a partir do segundo jogo, a Espanha apresentou um futebol lindo, com passes rápidos e certeiros, que colocaram seleções fortíssimas na roda. Paraguai, Portugal e Alemanha lutaram bravamente, mas não foram páreo para o entrosamento da fúria espanhola. Uma pena que todas as vitórias tenham sido magras. A Espanha é campeã mundial sem aplicar uma goleada sequer.
Mas isso não quer dizer nada. O Brasil que o diga. Acredito que o mico brasileiro seja tão vergonhoso quanto os de Itália e França. Agora, eu quero esquecer da campanha ridícula da seleção brasileira e apenas torcer pro São Paulo ser campeão da Libertadores e do Mundial 2010.
Eu só gostaria que Dunga, Jorginho, Felipe Melo e Kaká recebessem o "reconhecimento" adequado do povo brasileiro. Que nenhum deles jamais volte a vestir o uniforme da seleção canarinho. E como desejaria Armand, que eles tenham câncer anal.

3 comentários:

Mariana Melo disse...

Só discordo quanto ao Kaká.
Só tinha ele no meio de campo!
Sem Kaká, teria sido (ainda) pior.

Cocito disse...

A mulherada sempre se derrete pro Kaká, pq será?

Kaká é o maior pipoqueiro dessa turma toda.

Renovo os votos do Armand, câncer anal nele.

Andrade disse...

Concordo com a Mariana. Kaká, jogando meia boca, foi melhor que muita gente. Pipoqueiro é o Luis Fabiano, que ainda não conseguiu se livrar dessa fama que contraiu ao passar pelo club de los bambis.