4 de mar de 2008

BIG BROTHER

De fato, assistir a esse maldito programa televisivo denota grande falta de cultura. A cada ano que passa eu me questiono o que há de tão interessante num bando de gente interagindo num meio fechado.
Não nego que sinto grande prazer em observar e analisar as relações humanas, mas alí, trancados numa casa, sem contato com os acontecimentos do mundo e sem sofrer as influências das rotinas de trabalho, família, etc; o que aqueles infelizes podem produzir de positivo?
Michelângelo, Da Vinci, Versacci, Niemeyer, Bill Gates e outros gênios da história teriam qual tipo de inspiração vivendo trancados naquela casa? Será que eles produziriam algo de interessante confinados e distantes das influências do mundo?
Não, meus caros, não quero comparar aquela gentalha superficial que participa do programa às citadas personalidades históricas. Apenas argumento que até mesmo gênios, dotados de imensa capacidade criativa, sofreriam limitações intelectuais naquele isolamento. O que dizer então daqueles semi analfabetos concorrentes do show?
Mais triste ainda é ver que a esmagadora maioria da audiência sequer imagina o verdadeiro porquê do nome Big Brother. Aí, o tal Pedro Bial, fazendo pose de intelectual e alimentando a ignorância popular, insiste em chamar os participantes de Big Brothers e Big Sisters.
Enquanto isso, o povo vai se espelhando em falsos heróis e deixando no esquecimento os verdadeiros ícones de popularidade.

4 comentários:

Suil disse...

Big Brother de cu é rola.....Verme.

não manufaturado disse...

Lestat, acho que você deveria rever seu conceito de gênio, considerando alguns que assim intitulou no post....

Mariana Cavalcanti disse...

Lestat,

Eu sempre odiei Big Brother - e tem gente que acha que eu sou menos mulher por isto.
Teoricamente, todas deveriam gostar deste instrumento de "emburrecimento" humano... Rs.

Concordo plenamente com o post, e endosso que 1984 é um livro incrível.

Abraços,

'Milady'

Anônimo disse...

Lestat, vc nem leu 1984 que eu sei.

Larga a mão de ser uma bichona